PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Leo Dias


Anitta tem "reputação financeira" baixa para empresas de crédito

Anitta  - Reprodução/Instagram
Anitta Imagem: Reprodução/Instagram
Leo Dias

Leo Dias é jornalista e diretor-executivo do "TV Fama", da Rede TV!. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos. Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: "A fama tem um preço estou aqui para cobrar".

Colunista do UOL

10/02/2020 08h00

A empresa CredMaster analisa a "reputação financeira" de todo cidadão que tem CPF. Quer dizer, ela diz às empresas quais são as chances de inadimplência da pessoa que busca um crédito. A surpresa durante a busca pelo nome verdadeiro da cantora Anitta e de sua empresa, a Rodamoinho, é que a nota de avaliação foi considerada baixa: 488, numa pontuação que vai de zero a mil.

"De cada 100 pessoas classificadas nesta classe de score, é provável que 28 apresentem débitos no mercado nos próximos 6 meses", está escrito na ficha da cantora.

Anitta é uma das artistas brasileiras que mais fatura em publicidade, mas o curioso é que ela não investe em bens materiais. Ela mesma já disse que investe muito no mercado financeiro. No Brasil, pelo menos, ela só tem dois bens declarados em seu nome. Há apenas a casa onde vive, num luxuoso condomínio na Barra, e um automóvel.

É sabido também que ela investe muito do dinheiro que ganha na sua própria música, principalmente na produção de vídeo-clipes. "Vai Malandra", por exemplo, um dos vídeos mais caros que a cantora já fez, por conta da contratação de Terry Richardson como diretor, uma equipe de 120 pessoas e alto número de figurantes, custou cerca de R$500 mil.

Leo Dias