PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Leo Dias


Em quarentena, Amin Khader será substituído por jornalista mais nova na TV

Amin Khader - Reprodução/Instagram
Amin Khader Imagem: Reprodução/Instagram
Leo Dias

Leo Dias é jornalista e diretor-executivo do "TV Fama", da Rede TV!. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos. Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: "A fama tem um preço estou aqui para cobrar".

Colunista do UOL

17/03/2020 17h11

Em quarentena devido ao novo coronavírus, Amin Khader será substituído no quadro "A hora da venenosa" no "Balanço geral do Rio de Janeiro" por uma jornalista mais nova, contou o promoter à Coluna do Leo Dias. Aos 61 anos, ele está afastado da emissora desde essa terça-feira (17) quando a Record tomou novas medidas de segurança contra o novo coronavírus e autorizou que profissionais acima de 60 anos fiquem de quarentena por tempo indeterminado.

"Foi uma determinação de São Paulo para todos da Record no mundo", contou Amin, que completou sobre como ficará o quadro "A hora da venenosa": "Devem colocar uma substituta mais nova", contou ele aos risos.

Amin pretende voltar a gravar já no dia 30 e, apesar dos especialistas recomendarem que as pessoas evitem de sair de casa para conter o avanço do Covid-19, ele diz que seguirá sua rotina de exercícios físicos na praia.

"Todo mundo está receoso o mundo está doente, mas não vou ficar paranoico. Se eu estiver bem, vou correr na praia de manhã como sempre faço há 17 anos, e que dá saúde", afirmou Amin.

Segundo o Ministério da Saúde, se cuidados básicos para conter o vírus não forem tomados, o número de infectados pode dobrar em apenas três dias. Como ocorreu na Itália, o grande avanço da doença tem potencial de gerar um colapso no sistema de saúde, prejudicando o atendimento e colocando em risco a vida de pacientes com outros problemas — que sofreram acidentes de trânsito a infartos, por exemplo.

Leo Dias