PUBLICIDADE
Topo

Sem investimento mas com história: lives de samba mostram sua força

Raça Negra no Domingão do Faustão - Reprodução / Rede Globo
Raça Negra no Domingão do Faustão Imagem: Reprodução / Rede Globo
Blog do Leo Dias

Notícias exclusivas sobre o mundo das celebridades e os bastidores do show business no Brasil.

Colunista do UOL

28/04/2020 10h28

Esqueça Ferrugem, Thiaguinho, Belo ou Sorisso Maroto. O número 1 das lives de samba até agora é do clássico Raça Negra. Surpreendente? Muito.

Esses números simplesmente mexeram com o mercado do samba. Imaginava-se que o público do grupo fosse mais velho e não estivesse tão presente na internet. A surpresa veio com as diferentes idades: dos 15 aos 70 anos cantando "dididiê". Isso, meu amor, é o Brasil de verdade.

No quesito produção, Sorriso Maroto deu show. Teve altíssimo engajamento, chegou a ter 24 entre os 30 assuntos mais falados nos trending topics, tiveram um planejamento e divulgação de excelência, mas erraram em um ponto: fizeram em uma live o que os fãs sempre pediram nos shows mas que eles nunca haviam feito antes. Eles tocaram as mais pedidas da história deles.

Resumo: eles apelaram...

Thiaguinho matou a saudade do projeto "Tardezinha" e usou e abusou da vida pessoal para causar da internet.

Gerou enorme dúvida aos fãs do ex-casal e, lógico, animou como poucos a noite de Thiaguinho. O cantor deu um claro sinal de que precisa caminhar sem a marca "Tardezinha".

Ele não divulgou (o que daria maior engajamento), mas fez um "Tardezinha" na internet.

Belo usou do seu carisma e do seu domínio de palco para fazer o que sabe melhor: um showzaço. A qualidade do som era excelente mas a iluminação deixava a desejar. Vale ressaltar o belo discurso politicamente correto de Gracyanne.

Ferrugem, quem diria, decepcionou. Este colunista não esconde ser fã do sambista mas ele resolveu inventar e cantar o seu projeto "Ferrugem em casa", mas o público queria, óbvio, os grandes sucessos do Ferrugem. Ele está super em alta mas os números foram bem aquém do esperados.

O saldo do samba é super mega master positivo. Num reino dominado pelos sertanejos, das dez lives mais acessadas, duas são de samba. O funk, até agora, não disse a que veio.

O saldo dessas lives é: não subestime o samba. Eles não têm a grana dos sertanejos, mas samba, meu amor, é o ritmo oficial desse país.