PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Leo Dias


Leo Dias

Ana Carolina fala de live e elogia Marília Mendonça: 'Talento nato. Sou fã'

Ana Carolina fará live - Divulgação
Ana Carolina fará live Imagem: Divulgação
Leo Dias

Leo Dias é jornalista e diretor-executivo do "TV Fama", da Rede TV!. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos. Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: "A fama tem um preço estou aqui para cobrar".

Colunista do UOL

15/05/2020 13h07

Pela casa de Ana Carolina, com vista ampla para a Lagoa Rodrigo de Freitas, na zona sul do Rio, já passaram grandes artistas nacionais e internacionais. Por lá, John Legend já tocou piano na sala da cantora e ela já até jogou totó com Alejandro Sanz. Além disso, é no mesmo espaço que Ana Carolina costumava receber amigos famosos e anônimos para saraus.

Mas a pandemia do novo coronavírus chegou e mudou essa rotina de encontros na sala de uma das maiores cantoras da MPB. Por isso, como forma de manter a arte viva nesse período de isolamento, Ana Carolina escolheu justamente sua sala para fazer uma live nessa sexta-feira (15), às 21h, em seu canal no YouTube.

Entre um ensaio e outro (Foram vários!), ela conversou com a Coluna do Leo Dias e adiantou alguns detalhes da apresentação pela internet, como seu esforço para tentar convencer a namorada e cantora italiana Chiara Civello a fazer um dueto e foi só elogios à Marília Mendonça: "Além de uma grande cantora, é um talento nato na composição. Eu gosto muito dessa representatividade da mulher em todo o processo, desde a composição até cantar uma música. A Marília faz isso brilhantemente. Sou fã".

E a admiração é recíproca. Marília Mendonça também é muito fã de Ana Carolina e até o tio da rainha do sertanejo deu o nome de Ana para sua filha em homenagem a cantora da MPB.


COLUNA DO LEO DIAS - Sua casa é lindíssima, sua live será lá? Teremos chance de ver alguns detalhes da casa ou até um pouco da sua vida mais íntima?

ANA CAROLINA: Sim! Pra respeitar o isolamento social será dentro de casa e com um músico, o Thiago Anthoni, além da Chiara Civello, que está me ajudando na direção artística. Estou aqui no trabalho de convencimento pra ela fazer um dueto. Vamos ver (risos).

Escolhemos a sala de casa justamente pra mostrar um pouco da minha intimidade. Essa sala é muito especial, porque aqui que faço saraus com amigos da música no Brasil e até nomes internacionais que amo. John Legend já tocou piano nessa sala. Cantei e até joguei totó com o Alejandro Sanz aqui (risos). Cantei com Norah Jones, Madeleine Peyroux. Então é um lugar da minha intimidade que respira música, onde criei muitas canções. Achei que fazia todo sentido pra live.

Casa de Ana Carolina tem vista ampla para a Lagoa Rodrigo de Freitas - Reprodução/Casa Brasileira - GNT - Reprodução/Casa Brasileira - GNT
Casa de Ana Carolina tem vista ampla para a Lagoa Rodrigo de Freitas
Imagem: Reprodução/Casa Brasileira - GNT

Os sertanejos viraram um fenômeno das lives. Qual sua opinião sobre sertanejo? Cantaria uma música nesse estilo?

Eu sou a favor da boa música e bons músicos, não importa o gênero. Já gravei e cantei em TV com o Luan Santana e foi absolutamente incrível. No meu último álbum, por exemplo, tenho algumas composições conjuntas com o Bruno Caliman, que é um compositor talentosíssimo que fez vários hits no universo sertanejo.

Gosto também muito da Marília Mendonça, porque, além de uma grande cantora, é um talento nato na composição. Eu gosto muito dessa representatividade da mulher em todo o processo, desde a composição até cantar uma música. A Marília faz isso brilhantemente. Sou fã.


A live se transformou em uma estratégia nesse tempo de isolamento. Acha que elas vieram para ficar?

Eu acho que, sim, virou uma forma muito legal de se conectar com os fãs nesse momento que não podemos ter aglomerações. Está um pouco cedo pra saber como elas podem ficar depois da pandemia. Podem seguir como uma opção, mas não precisam substituir os shows ao vivo quando eles puderem voltar. Eu acredito na tecnologia trazendo opções complementares, nunca substituindo. TV, rádio e internet convivem; os vinis, CDS e os serviços de streaming também. Lives pela internet e shows ao vivo podem seguir esse caminho. Tem espaço pra tudo!

Será quanto tempo de live?

Olha, ainda estou trabalhando no repertório e intervenções, mas imagino que teremos por volta de uma hora e meia de música. Vamos incluir uns trechos de interação, ver o que as pessoas estão reagindo. Então deve se estender um pouco mais.

Ana Carolina demorou cinco anos para escolher a casa onde mora - Reprodução/Casa Brasileira - GNT - Reprodução/Casa Brasileira - GNT
Ana Carolina demorou cinco anos para escolher a casa onde mora
Imagem: Reprodução/Casa Brasileira - GNT

Serão quantos e quais patrocínios? Gusttavo Lima está sendo investigado pelo Conar por beber na live, essas regras te assustam?

São três marcas. Eu tive a honra de ter sido convidada pela Bradesco Seguros para me apresentar na plataforma "Com Você da Bradesco Seguros". O projeto me atraiu, porque a cada semana tem um show de música brasileira, seja um artista de MPB, Samba ou Sertanejo. A Live tem patrocínio master da Renner, uma parceira fundamental que também tem enxergado na música uma ótima maneira para tocar as pessoas nesse momento tão difícil que estamos vivendo. E tenho também o patrocínio da Medtronic, de tecnologia médica e que produz alguns aparelhos de diabetes que uso no controle da minha.

Entendo a importância de marcas nesse momento tão complexo que todos estamos passando. No meu caso especificamente, acho muito importante que me identifique com a marca e que faça sentido pra mim e pro meu público. Por isso, essas três que fazem parte do meu dia a dia e acreditam na música brasileira.

Onde e como foi seu show antes do isolamento? Se soubesse que seria o último, o que teria feito a mais?

Foi no Nordeste. Fiz uma apresentação em Petrolina e no dia seguinte em Juazeiro do Norte. Nossa, se eu soubesse que seriam as últimas antes dessa pausa, com certeza teria cantado mais, teria ficado ali muito mais tempo com os fãs. Eu tenho a sorte de ter fãs apaixonados e a energia deles é combustível pra mim. Teria com certeza ficado mais com a galera e sentindo essa energia tão boa.

Mas essa situação é temporária. Vamos voltar e tenho certeza que os shows serão incríveis! Só precisamos ter paciência agora e quem puder, tem que ficar em casa.

Ana Carolina fará live na sala de sua casa - Reprodução/Casa Brasileira - GNT - Reprodução/Casa Brasileira - GNT
Ana Carolina fará live na sala de sua casa
Imagem: Reprodução/Casa Brasileira - GNT

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Leo Dias