PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Mauricio Stycer


Vilão de "Bom Sucesso" anuncia que fará uma editora "sem viés ideológico"

Em cena de Bom Sucesso, Diogo exige de Alberto mudanças na editora Prado Monteiro - Reprodução
Em cena de Bom Sucesso, Diogo exige de Alberto mudanças na editora Prado Monteiro Imagem: Reprodução
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

02/01/2020 14h06

No primeiro capítulo de 2020, "Bom Sucesso" associou o vilão da trama a um termo - "viés ideológico" - que tem marcado de forma muito clara o governo Bolsonaro. Deu-se numa cena entre Diogo (Armando Babaioff) e Alberto (Antonio Fagundes).

Com direitos sobre um livro que se tornou best-seller de uma editora endividada, o vilão anunciou ao dono que deseja mudar tudo na empresa. "Vai querer que eu me ajoelhe?", perguntou Alberto, inicialmente. "Não, não. Eu jamais pediria isso a um cadeirante. Sou um homem de princípios e sentimentos cristãos", respondeu Diogo.

Em seguida, o vilão comunicou ao proprietário da Prado Monteiro que pretende demitir antigos funcionários e anunciou: "Ah, e certamente vou modificar a linha editorial. Nada, mas absolutamente nada, de viés ideológico. Sejam aquelas publicações daqueles clássicos chatérrimos, as poesias, passando por aquelas publicações LGBT XYZ imorais".

Alberto, então, perguntou: "E o que você pretende editar?" Diogo respondeu: "Eu pensei em começar pela minha autobiografia. Não seria lindo a Prado Monteiro publicando a minha história?" Revoltado, o dono da editora expulsou o vilão de sua casa a golpes de bengala.

"Viés ideológico" é um termo que o presidente Jair Bolsonaro, vários ministros e apoiadores têm usado com frequência como se fosse um sinônimo de ideias de esquerda e em oposição às ideias e propostas do próprio governo.

Mauricio Stycer