PUBLICIDADE
Topo

Com cuidados, TVs enfrentam a pandemia e criam o "novo anormal"

Faustão abriu o programa de hoje mostrando o novo acessório de suas bailarinas: máscaras de proteção facial - Reprodução/Globo
Faustão abriu o programa de hoje mostrando o novo acessório de suas bailarinas: máscaras de proteção facial Imagem: Reprodução/Globo
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

23/08/2020 06h01

Os números indicam que a pandemia de coronavírus segue sem reduzir o ritmo. São mais de mil mortes por dia, quase sem interrupção, desde o final de junho. Ainda assim, em sintonia com ações de diferentes esferas governamentais, as emissoras de TV estão voltando a produzir conteúdo original em seus estúdios.

Maior símbolo deste novo movimento talvez seja a volta do "Domingão do Faustão" neste dia 23. Será o primeiro programa a retomar as gravações nos estúdios da Globo em São Paulo, após cinco meses com o apresentador em casa, fazendo entrevistas remotas e apresentando reprises.

No primeiro programa inédito, Faustão receberá no palco a dupla Zé Neto & Cristiano. Para substituir o público, o Domingão terá uma plateia virtual, que vai interagir com o apresentador. E um grupo reduzido de bailarinas, usando máscaras e respeitando as distâncias de segurança, vai dividir o palco com Faustão. É o que eu chamo de o "novo anormal".

Na Record, nesta quarta-feira (19), vai ao ar o sexto episódio do "Top Chef", o primeiro a ser totalmente gravado seguindo os protocolos de segurança e saúde em decorrência da pandemia do novo coronavírus. As gravações da atração, comandada por Felipe Bronze, foram paralisadas em março e só foram retomadas no dia 25 de julho. A emissora também retomou as gravações da novela "Amor Sem Igual", nos estúdios da produtora Casablanca.

No SBT, no último sábado (15), estreou a sexta temporada de "Bake Off Brasil", apresentado por Nadja Haddad com Beca Milano e Olivier Anquier. No meio das gravações, Nadja contraiu o coronavírus e foi substituída em parte do programa por Chris Flores e Ticiana Villas Boas. Na estreia, a apresentadora informou que as gravações obedeceram aos protocolos de segurança.

Também no sábado, a Globo voltou com uma temporada de episódios inéditos do "Zorra". Parte dos quadros chegou a ser gravada no início do ano, antes da pandemia. E novos esquetes foram acrescentados com gravações caseiras e nos estúdios. Foi uma estreia forte, com piadas sobre o presidente Jair Bolsonaro e o racismo no cinema.

Há uma semana, a emissora carioca também retomou as gravações das novelas "Amor de Mãe" e "Salve-se Quem Puder". Em ritmo mais lento que o habitual, as tramas têm previsão de voltar ao ar somente em 2021.

regina case - Reprodução / Instagram - Reprodução / Instagram
Regina Casé postou esta imagem das gravações de "Amor de Mãe" com Thiago Martins
Imagem: Reprodução / Instagram
Em uma publicação no Instagram, a atriz Regina Casé deu um outro exemplo do "novo anormal" - a gravação de uma cena de Lurdes com Ryan (Thiago Martins), na qual os dois atores estão separados por uma tela de proteção. "Agora é assim, minha gente! Estamos conseguindo fazer cenas incríveis mesmo com todo esse protocolo! O ser humano se acostuma com cada coisa, né Thiago Martins?", escreveu ela.

No momento, a Globo segue exibindo reprises no horário nobre. E, com a ajuda da CBF, que determinou a volta do Campeonato Brasileiro, a Globo voltou a exibir partidas de futebol ao vivo, às quartas e domingos, além de celebrar os gols no "Fantástico".

Diante desta movimentação toda, só podemos torcer para que tudo ocorra da melhor forma possível, sem riscos e danos para os envolvidos.

Stycer recomenda
Briga de Bolsonaro com a Globo já dura dois anos e não há sinais de trégua

Coppolla critica CNN Brasil pela "injustiça" que cometeu ao demitir Narloch

Boninho diz que BBB 21 não terá celebridades e não contará com olheiros

"Acabou a mamata"? Globo pagou R$ 2,4 bi em impostos em 2019

O melhor da semana
CNN Brasil vai exibir o cultuado programa do chef Anthony Bourdain

O pior da semana
Vera e Tas se mostram inconvenientes em momentos do Roda Viva com Adnet

Podcast
Mesmo pouco visto, 'Roda Viva' gera repercussão e prova que ainda é relevante

Uma versão deste texto foi publicada originalmente na newsletter UOL Vê TV, que é enviada às quintas-feiras por e-mail. Para receber, gratuitamente, é só se cadastrar aqui.

Siga a coluna no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL