Topo

Televisão

Ator mirim, âncora e humorista: dez demissões inesperadas do SBT em 2017

Montagem/UOL
Jean Paulo Campos, Hermano Henning e Moacyr Franco, demitidos pelo SBT em 2017 Imagem: Montagem/UOL

Do UOL, em São Paulo

22/11/2017 04h00

Demitidos pelo SBT na última terça-feira, Moacyr Franco e Paulo Pioli aumentaram a lista de profissionais que deixaram a emissora em 2017. Moacyr, com 20 anos ininterruptos de casa, era um dos artistas mais conhecidos do público e fazia sucesso como Jeca Gay em "A Praça É Nossa", que também perdeu Paulo Pioli, após 14 anos no humorístico.

Em crise, o SBT cortou sem dó em todas as áreas, do jornalismo ao artístico. Joyce Ribeiro e Patrícia Rocha, dispensadas em janeiro, perderam espaço após a chegada de Dudu Camargo ao telejornal "Primeiro Impacto". Os atores mirins Matheus Ueta e Jean Paulo Campos, de "Carrossel", também deram adeus à emissora que os revelou.

Os cortes chegaram às duas atrações mais tradicionais do SBT. No "Programa Silvio Santos", Carlinhos Aguiar deixou o "Jogo dos Pontinhos" e a casa onde trabalhou durante mais de três décadas sem saber por quê. A contenção de gastos, justificativa dada pela direção, não convenceu o ator de 61 anos, mas, ao tentar pedir explicações de Silvio, foi ignorado pelo ex-patrão no salão de Jassa.

"A Praça É Nossa", por sua vez, completou 30 anos no ar sem motivos para comemorar. Além de Moacyr Franco e Paulo Pioli, o humorístico de Carlos Alberto de Nóbrega perdeu dois humoristas da Tropa de Malucos, Bananinha e Rapadura. Até o final do ano, a emissora quer dispensar 100 pessoas.

10 demissões inesperadas do SBT

  • Joyce Ribeiro e Patrícia Rocha

    Joyce Ribeiro tinha doze anos de SBT. Patrícia Rocha, sete. Mesmo com tanto tempo no ar, as jornalistas foram demitidas pela emissora em janeiro deste ano. Elas apresentavam o "Primeiro Impacto", mas perderam espaço com a chegada de Dudu Camargo, pupilo de 18 anos de Silvio Santos. O telejornal durou menos de três meses, mas voltou ao ar em fevereiro, por ordem de Silvio Santos, apenas com seu queridinho Leia mais

  • Hermano Henning

    Após 23 anos de casa, Hermano Henning saiu do SBT em uma situação constrangedora, como ele mesmo admitiu ao UOL. O jornalista, que trabalhou como correspondente internacional, produziu reportagens especiais e ocupou dezenas de horários na programação da emissora, estava encostado desde fevereiro. Atualmente, Hermano comanda a TV Câmara, em Guarulhos, na Grande São Paulo Leia mais

  • Matheus Ueta

    Matheus Ueta surpreendeu Silvio Santos pela sinceridade, ao revelar na frente do ex-patrão que havia sido mandado embora do SBT. O ator mirim começou em "Carrossel" e apresentou o "Bom Dia & Cia" durante três anos, mas chegou a ser proibido pela Justiça sob alegação de "exploração de trabalho infantil". Matheus lançou um livro após deixar o SBT, mas deseja voltar à TV Leia mais

  • Jean Paulo Campos

    A demissão de Jean Paulo Campos pegou de surpresa até mesmo os pais do ator mirim, até hoje lembrado como Cirilo de "Carrossel". "Infelizmente ficamos muito surpreendidos e tristes com a notícia do término do contrato com o Jean, desabafaram ao UOL. O artista ainda está no ar na novela "Carinha de Anjo", mas boa parte do elenco, incluindo a protagonista, Lorena Queiroz, deverá ser dispensada pela emissora Leia mais

  • Bananinha e Rapadura

    Dois integrantes da Tropa de Malucos deixaram "A Praça É Nossa" em agosto. Charles Guttemberg, o Rapadura, e Marcelo Benny, o Bananinha (os dois no centro da foto), anunciaram a saída do SBT após 15 anos. Ao UOL, Carlos Alberto de Nóbrega lamentou a perda dos dois humoristas de seu programa: "Foi triste para mim, porque eles estavam comigo desde o Beto Carrero. Desejo boa sorte para os dois e espero que não me culpem pelo que está acontecendo" Leia mais

  • Carlinhos Aguiar

    Carlinhos Aguiar foi surpreendido ao ser comunicado pela direção do SBT que seria demitido após mais de 30 anos de casa. O humorista, que fazia parte do "Jogo dos Pontinhos", tentou conversar com Silvio Santos na porta do salão de Jassa, mas foi ignorado pelo ex-patrão. Ele tem certeza de que teve seu tapete puxado dentro da emissora e, de cabeça quente, chegou a acusar Mara Maravilha, mas voltou atrás Leia mais

  • Moacyr Franco e Paulo Pioli

    O elenco da "Praça" voltou a ser desfalcado na última terça-feira (21), com as saídas de Moacyr Franco e Paulo Pioli. Há 12 anos no humorístico e 20 no SBT, Moacyr tinha um laço histórico com o programa desde a "Praça da Alegria", na década de 1960, e também se consagrou como ator, apresentador e diretor na emissora. Paulo Pioli, que interpretava o caipira do bordão "Eta fuminho bão", deixou a "Praça" após 14 anos Leia mais