PUBLICIDADE
Topo

Famosos


Príncipe Harry volta ao Canadá para encontrar Meghan e começar nova vida

Príncipe Harry e Meghan Markle - WPA Pool/Getty Images
Príncipe Harry e Meghan Markle Imagem: WPA Pool/Getty Images

De Londres

21/01/2020 07h56Atualizada em 21/01/2020 19h40

Resumo da notícia

  • O príncipe Harry viajou do Reino Unido de volta para o Canadá na noite de ontem
  • Duque de Sussex foi se ecnontrar com a esposa, Meghan Markle, e o filho Archie
  • Viagem marca fim da ruptura entre o casal e a família real britânica

O príncipe Harry chegou ao Canadá, vindo do Reino Unido, na manhã de hoje. Ele deve se reencontrar com a esposa, Meghan, e seu filho, Archie, os quais não vê desde o anúncio de seu afastamento da família real. A atriz norte-americana está no Canadá desde 10 de janeiro.

"O duque de Sussex teria saído do Reino Unido rumo ao Canadá na noite de segunda-feira, após um de seus últimos compromissos oficiais como membro da família real", destacou o jornal britânico Daily Telegraph.

O Daily Mail, por sua vez, destacou que "o príncipe Harry embarcou finalmente para Vancouver".

Sexto na linha de sucessão ao trono, Harry "pegou um voo às 17h30 do aeroporto Heathrow", detalhou o jornal Sun e "deve encontrar Meghan e Archie cedo na terça-feira pela manhã". Eles estão na ilha de Vancouver.

Menos de duas semanas depois da surpreendente decisão do duque e da duquesa de Sussex de se retirar da família real, a ruptura agora parece completa.

Segundo todos os indícios, este rompimento será mais franco do que esperava-se, pois ambos aparentemente desejavam se manter minimamente dentro da monarquia britânica.

Harry, de 35 anos, e Meghan, de 38, não serão mais "membros ativos" da família real, razão pela qual não poderão mais usar o título de suas altezas reais, nem representar oficialmente a rainha.

"Sua partida para o Canadá é simbólica apenas dois dias depois de o Palácio de Buckingham anunciar que estava cortando todos os laços oficiais com os Sussex", destacou o Daily Telegraph.

O duque de Sussex deixou o país depois de um dia de agenda cheia com seus últimos deveres reais.

Ele fez uma longa aparição na cúpula de investimento Reino Unido-África, celebrada nesta segunda em Londres, onde se reuniu com vários chefes de Estado africanos, e ainda teve um encontro privado com o atual premiê britânico, Boris Johnson.

Alguns detalhes da separação, como se o casal poderia continuar usando o título "Sussex Royal" em seu site e sua marca, além dos futuros esquemas de segurança, não foram finalizados ou revelados publicamente.

Questionado sobre quem pagaria pela proteção do casal, o ministro da Justiça britânico, Robert Buckland, disse ser um assunto relacionado aos gastos públicos

"Claramente, já foram feitos acordos sobre como essa família vai viver e como eles serão capazes de obter renda privada, mas claramente deve haver uma linha de delineamento", disse ele à Sky News.

"Acho que todos queremos que uma família como essa seja segura, mas ao mesmo tempo acho que o que realmente precisa acontecer é que eles precisam entender como seu estilo de vida deve se adaptar e quais podem ser suas necessidades".

*Com informações da Reuters

Famosos