Topo

Coluna

Ricardo Feltrin

Após ajustes, "Cidade Alerta" volta ao ibope que tinha com Marcelo Rezende

Reprodução/TV Record
Luiz Bacci, o âncora do "Cidade Alerta", da Record Imagem: Reprodução/TV Record
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

24/02/2018 13h54Atualizada em 24/02/2018 16h52

Os ajustes na grade de programação da Record no final do mês passado já se fazem sentir (positivamente) na audiência do horário nobre.

Após recuar e deixar novamente o programa com suas habituais três horas de duração, e modificar um pouco o horário de entrada no ar, o “Cidade Alerta” recuperou rapidamente o público perdido com as mudanças do ano passado.

Comandado por Luiz Bacci, ele já registra hoje audiência semelhante à que tinha com Marcelo Rezende (1951-2017).

O programa vem registrando em fevereiro 8,3 pontos de média na Grande SP, o maior ibope desde março do ano passado.

Com isso vem se mantendo na vice-liderança em SP, atrás da Globo e à frente do SBT. 

Cada ponto de audiência em SP vale por cerca de 72 mil domicílios sintonizados.

O programa jornalístico-policial da Record obtém 14,4% de share.

Ou seja, em seu horário, em São Paulo, cerca de 14 em cada 100 TVS ligadas está sintonizando a atração.

LEIA MAIS

Rodrigo Bocardi identifica um dos vazadores de vídeo íntimo

Com igrejas, RedeTV! encosta e fatura quase o mesmo que a Band

Colunista no Twitter, no Facebook ou no site Ooops