Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


Na TV, investidor aposta em carros clássicos e fatura milhões de dólares

Divulgação
Wayne Carini, estrela de "Em Busca de Carros Clássicos", do Discovery Turbo Imagem: Divulgação
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

23/03/2018 07h11Atualizada em 23/03/2018 09h24

Engana-se quem acha que colecionadores de carros são apenas milionários excêntricos que não têm mais onde gastar dinheiro.

Maior exemplo disso é o investidor e milionário norte-americano  Wayne Carini, que está completando 10 anos à frente do --excelente-- programa “Em Busca de Carros Clássicos” (“Chasing Classic Cars”), em cartaz no Discovery Turbo.

Aos 66 anos, filho de um pioneiro investidor também em automóveis raros,  o patrimônio de Wayne no ano passado --só em carros-- foi estimado em mais de US$ 20 milhões de dólares.

Seu principal setor de investimento são em carros raros ou pouco conhecidos que ele “caça” freneticamente por todos os EUA.

O que ele fez, na verdade, é comprar carros como se fossem “commodities”.

Ele não visa a coleção em si, ou procura carros apenas por sua beleza. O que ele quer mesmo é lucro.

Detalhe: Wayne não permite jamais que as câmeras filmem suas compras.

Para o telespectador é possível até saber o valor pelo qual ele vende os carros em leilões famosos (como o Amelia Island), mas jamais somos informados de quanto ele pagou.

Sua margem de lucro é desconhecida, mas há sinais mais que evidentes de sucesso.

FAREJADOR DE LUCRO

A grande virtude de Wayne é um faro incomparável para descobrir carros que vão disparar em valor de mercado  nos próximos anos. Ou que vão cair de preço.

Foi ele, por exemplo, um dos primeiros a descobrir (anos atrás, claro) o imenso potencial de valorização de alguns modelos japoneses da Toyota e da Datsun, que chegaram aos EUA em meados dos anos 80.

Modelos esportivos usados, que há dez anos eram achados no mercado de colecionadores por US$ 10 mil ou US$ 12 mil hoje, valem até 20 vezes isso. Ou mais.

Ele também tem a fama de prever antes do resto do mercado alguns modelos caríssimos que perderão valor nos anos seguintes.

Enfim, um mestre do mercado automobilístico colecionável.

O quê: Em Busca de Carros Clássicos
Onde: Discovery Turbo
Horários: exibido nas manhãs, noites e madrugadas (checar horários)
Avaliação: Excelente 

LEIA MAIS

Nova série: NatGeo lança superprodução sobre o planeta com Will Smith

Empresa GfK pagará indenização milionária a Record, SBT e RedeTV!

Colunista no Twitter, no Facebook ou no site Ooops