Coluna

Ricardo Feltrin

Exclusivo: Após 1 ano, Fátima Bernardes volta em campanha milionária na TV

Reprodução/TV Globo
Não parece, mas Fátima Bernardes tem inacreditáveis 55 anos Imagem: Reprodução/TV Globo
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

13/04/2018 00h09Atualizada em 13/04/2018 10h21

Cerca de um ano depois de encerrar seu contrato com a Seara (JBS), a apresentadora Fátima Bernardes volta a estrelar uma campanha publicitária em rede nacional na TV.

O retorno milionário começa no próximo domingo, no intervalo do “Fantástico”: Fátima é a nova garota-propaganda dos hipermercados Extra para a Copa do Mundo da Rússia.

A nova campanha aproveita a imagem que Fátima teve no passado como jornalista e “musa” de uma das Copas (em 2002).

A campanha do Extra (Grupo Pão de Açúcar) vai ficar no ar em rede nacional até o final do torneio na Rússia. Incluirá não só ações na TV, mas em outras mídias.

Não foram revelados os valores, mas duas fontes publicitárias ouvidas pela coluna (sob anonimato) estimam que a nova “garota Extra” deve faturar algo entre  R$ 3,5 milhões a R$ 5 milhões.

Nesse primeiro filme, Fátima convida os brasileiros a voltar a acreditar na seleção e no país.

Ela transmitirá uma mensagem de otimismo, além, é claro, de estimular as pessoas a aproveitar as ofertas que a rede vai promover antes e durante o período da Copa.

Embora em seu programa Fátima anuncie desde escolas até bijuterias, ela só foi garota-propaganda “oficial” uma vez: por três anos, ela foi o “rosto” publicitário dos produtos Seara.

Conforme esta coluna antecipou em março do ano passado, ela decidiu rescindir o contrato com a marca logo após a deflagração da operação Carne Fraca, da Polícia Federal, que investigou frigoríficos.

Ela passou a temer manchar sua imagem. O mesmo ocorreu com outro garoto-propaganda do Grupo J&F, Tony Ramos, então estrela dos comerciais da Friboi.

O anúncio oficial da rescisão de Fátima, porém, só ocorreu em junho, um mês após o vazamento do famoso “acordo de delação premiada” dos irmãos Batista junto à PGR (Procuradoria Geral da República).

O acordo acabou anulado posteriormente.

Fátima Bernardes, 55 anos, é a mulher que cobra o maior cachê publicitário do país, atualmente superior até ao cobrado por Gisele Bundchen.

Ela também tem um dos maiores salários da TV --só ficando atrás de Fausto Silva.

LEIA MAIS

Viva Bem: Além de manter a forma, Fátima vê dança como vávula de escape

Após joias e escola, Fátima Bernardes faz campanha para grife de perfume

Colunista no Twitter, no Facebook ou no site Ooops

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Topo