Topo

Coluna

Ricardo Feltrin

Band e RedeTV disputam interesse do Grupo Disney para parceria

Divulgação
Sessão "Mundo Disney" era exibida diairamente pelo SBT até a semana passada Imagem: Divulgação
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

05/09/2018 09h45

Com o fim da parceria com o SBT, o megagrupo Disney está sendo disputado por duas outras emissoras abertas.

Com seus faturamentos ameaçados pela saída ou redução de gastos da Igreja Universal, que compra horários em ambas emissoras, Band e RedeTV estão disputando o interesse da Disney em uma parceria milionária.

Um contrato com a Disney obrigaria essas emissoras a mudar completamente suas “linhas editoriais” atuais, já que não têm praticamente nada para o público infanto-juvenil.

Porém poderia render dezenas, quiçá acima de uma centena de milhões de reais anuais para reforçar o caixa.

Hoje Band e RedeTV se mantêm basicamente com a venda de horários para igrejas, além de merchandising. Tem sido um ano de queda nas receitas publicitárias, com exceção, talvez, da Globo --que exibiu a Copa do Mundo da Rússia..

Estima-se que a Disney pagasse cerca de R$ 200 milhões anuais ao SBT. A parceria durou três anos e terminou na semana passada.

A Disney tinha interesse em renová-la, mas queria propor mudanças contratuais e uma “sociedade” ao SBT, que recusou.

Não foi a primeira vez, aliás, que outros grupos se interessaram para o SBT. Nos anos 80 e 90 a mexicana Televisa já havia feito tentativas de sociedade.

No início da década passada, o executivo José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, também tentou algo nesse sentido após deixar o cargo de consultor da Globo.

Aliás, também não é a primeira vez que a Band conversa com outros grupos estrangeiros sobre eventuais sociedades.

Anos atrás houve uma rodada de conversas da emissora brasileira com a Warner, a respeito de canais pagos. À época, a Band negou qualquer interesse em parcerias ou mesmo qualquer negociação.

Vale dizer que, segundo a coluna apurou, o próprio SBT ainda não fechou completamente as portas para uma negociação futura com a Disney. 

Falta saber se e quem vai ganhar essa disputa.

LEIA MAIS

Nova temporada de "Irmãos à Obra" mostra casamento de Drew Scott

Simba oferece 1º canal pago a operadoras, mas quer cobrar por isso

Siga o colunista no Twitter, no Facebook ou no site Ooops