Topo

Coluna

Ricardo Feltrin

Ibope: TV Brasil cresce mais, encosta na Cultura e já dá "meia" RedeTV!

Sérgio Baia/Divulgalção
O seriado infanto-juvenil da Globo "Gaby Estrella" é exibido pela TV Brasil Imagem: Sérgio Baia/Divulgalção
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

12/09/2018 00h09

A TV Brasil, emissora pública criada pelo governo Lula no final de 2007, modificou sua programação no último ano e segue subindo de forma consistente na audiência.

Ainda é uma emissora com pouco público, menos de 0,5 ponto no Painel Nacional de Televisão (PNT), porém, não pode mais ser chamada de “TV traço” --apelido nada carinhoso que ganhou desde 2008..

Em agosto, a emissora cresceu 6,5% em relação ao índice em pontos de julho. Marcou 0,33 ponto --contra 0,31 em julho. Também ampliou sua participação no universo de TVs ligadas: de 0,67% para 0,73%. 

Com isso, é pelo segundo mês o 10º canal mais visto do Brasil no PNT (contando canais abertos e fechados), medição que abrange as 15 maiores regiões metropolitanas do país.

Mais que isso: está encostando da audiência na TV Cultura (0,39) e já representa metade do ibope do canal comercial aberto RedeTV (0,67).

Por essa medição, chamada PNT, cada ponto de audiência vale por cerca de 240 mil domicílios sintonizados. Quem faz a medição é a Kantar Ibope Media, mas a coluna obteve os números por terceiros.

Em dois anos, conforme esta coluna antecipou no mês passado, a TV Brasil cresceu 64% no ibope e subiu para o “top ten” da TV brasileira.

Lançada a uma década, estima-se que a TV, que integra a EBC, teria consumido quase R$ 10 bilhões desde então.

Porém, por quase nove anos a emissora rondou apenas o “traço” de audiência (abaixo de 0,2 ponto).

Com uma programação mais popular e diversificada, seu público cresceu. Outro motivo para isso certamente é a implantação da TV digital no país, que ampliou o alcance da TV.

LEIA MAIS

Em dois anos, TV Brasil dispara 64% e vira 10º emissora do país

Nova grade da GloboNews ainda tem pouco efeito no ibope

Colunista no Twitter, no Facebook ou no site Ooops