Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


Apresentadora vira 1ª brasileira a escalar a mortal montanha K2

Karina Oliani em escalada no monte K2, na fronteira entre o Paquistão e a China - Pitaya/Divulgação
Karina Oliani em escalada no monte K2, na fronteira entre o Paquistão e a China Imagem: Pitaya/Divulgação
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

25/07/2019 17h55

Foram anos de preparação, mais de um mês só de expedição, uma tentativa fracassada, mas a médica e apresentadora Karina Oliani, 37 anos, não desistiu.

Em sua segunda tentativa em dez dias, ela conseguiu ontem finalmente subir ao topo da montanha K2, na fronteira entre o Paquistão e a China.

Oliani ficou por cerca de 15 minutos sentada no cume da montanha mais temida pela comunidade dos alpinistas profissionais. Menos de 400 pessoas no mundo conseguiram essa façanha até hoje.

Com isso se torna a primeira brasileira a escalar o K2, Só mais um brasileiro cumpriu essa escalada: Waldemar Niclevicz, em 1995.

Trata-se da segunda maior montanha do mundo (pouco menos de 200 metros que o Everest) e é considerada a mais mortal de todas.

A primeira tentativa ocorreu na semana passada, mas uma avalanche interrompeu tudo, arrastou consigo cordas essenciais na escalada e ainda feriu seu sherpa (guia), mas sem gravidade.

"Estávamos há 600 metros do cume, a 8.000 metros de altitude. Se não tivesse ocorrido a avalanche, em aproximadamente cinco horas chegaríamos ao topo", disse Oliani à coluna, em mensagem, no último fim de semana.

Havia 120 alpinistas tentando a escalada. Após a avalanche só restaram 15, incluindo Oliani. Os demais voltaram para casa.

Segundo ela na semana passada havia cerca de 120 alpinistas tentando a façanha --a qual ninguém conseguiu ainda em 2019.

Desses, mais de 100 desistiram da empreitada e voltaram para casa. Só 15 ficaram. Entre esses está a brasileira.

Ela já escalou o Everest duas vezes (entre outras montanhas), pilota helicópteros (é especialista em resgate em locais difíceis) e saltou de pára-quedas pela primeira vez aos 12 anos, além de ser mergulhadora profissional.

Karina Oliani é também dona da produtora Pitaya, que gravou toda a expedição no K2 para um documentário a ser exibido em TV ou streaming.

Ela já apresentou e exibiu quadros e grandes reportagens de aventura no "Fantástico" e no "Esporte Espetacular", na Globo.

Também foi guia de um reality show de sobrevivência no Discovery Channel, o "Desafio Celebridades".

O K2 está numa das regiões mais inóspitas da Terra, e só foi descoberto por mapeamento em 1904. Os primeiros alpinistas que o escalaram foram italianos, e isso só ocorreu em 1954.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook e site Ooops