Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


Izabella Camargo faz acordo milionário com Globo e deixa a TV

Jornalista Izabella Camargo deixou a Globo; ele sofre com "síndrome de burnout" - Lucas Seixas/UOL
Jornalista Izabella Camargo deixou a Globo; ele sofre com "síndrome de burnout" Imagem: Lucas Seixas/UOL
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

20/11/2019 11h20

Resumo da notícia

  • Jornalista de 38 anos foi demitida e processou Globo
  • Ela sofre de síndrome causada por extrema estafa
  • Acordo envolve R$ 1 mi da Globo e "silêncio" dela

A jornalista e apresentadora Izabella Camargo, 38 anos, e a TV Globo chegaram a um acordo definitivo na Justiça trabalhista, segundo esta coluna apurou junto a fontes no Rio de Janeiro.

Izabella foi demitida no ano passado e reintegrada por determinação judicial em julho. No dia da reintegração, porém, a emissora não a recebeu.

Na ocasião ocorreu numa rumorosa cena na frente da sede da Globo em São Paulo: a emissora não permitiu sua entrada; mas ela acabou conseguindo isso depois com um oficial de Justiça.

Desde julho estava "alocada" numa função no site G1, do Grupo Globo.

Dinheiro e silêncio

Segundo a coluna apurou, pelo acordo a jornalista deve receber agora em danos morais cerca de R$ 1 milhão (ela já havia recebido seus direitos comuns na demissão)

Em compensação Izabella Camargo não poderá mais dizer que a doença que sofre, síndrome de Burnout, foi causada pela emissora.

O acordo entre as partes ainda depende de aprovação da 24ª Vara do Trabalho, mas já é uma decisão praticamente definitiva e da qual não haverá mais questionamentos.

A Globo já havia perdido o mandado de segurança contra a decisão do Juiz do trabalho José Aguiar Linhares Lima Neto, que determinou a reintegração sob pena de multa diária de R$ 10 mil.

Para o juiz, a "síndrome de Burnout" de Izabella encontrava "implacável relação com o labor" na TV Globo.

Em outubro o desembargador Nelson Nazar, do TRT, negou o recurso no mandado de segurança da TV Globo.

A jornalista segue reintegrada, mas sem trabalhar até o acordo ser homologado, segundo a coluna apurou.

A Globo não comenta questões trabalhistas. Procurado pela coluna hoje o advogado da jornalista, Kiyomori Mori, disse que não faria comentários porque a ação corre em segredo de Justiça.

Nova contratada

A coluna apurou que Izabella deve ser anunciada pela Jovem Pan como nova contratada.

Para uma jornalista de TV aparentemente R$ 1 milhão não parece muito, mas o salário de Izabella na Globo também não era nenhum absurdo.

Em janeiro de 2018, ano em que foi demitida, seu salário básico era de R$ 12 mil. Com horas extras e adicional noturno chegava a R$ 20 mil brutos.

Em compensação ela chegava a participar de três ou mais telejornais por dia.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook e site Ooops

Ricardo Feltrin