PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


TV Rá Tim Bum celebra 15 anos e diversidade com novos personagens

Rá, Tim, João e Bum, novos personagens includentes da TV Rá Tim Bum, que faz 15 anos nesta quinta (12) - Divulgação/ TV Rá Tim Bum
Rá, Tim, João e Bum, novos personagens includentes da TV Rá Tim Bum, que faz 15 anos nesta quinta (12)
Imagem: Divulgação/ TV Rá Tim Bum
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

10/12/2019 00h18

Nesta quinta-feira (12) a TV Rá Tim Bum completa 15 anos no ar. Para marcar a efeméride o canal terá programação especial, vai inaugurar uma nova identidade gráfica e lançará quatro novos personagens.

Os novos amiguinhos são exemplos de diversidade. São eles:

Rá, uma menina super ativa e que nasceu com olhos com cores diferentes (heterocromia); Tim, uma garota de sete anos que, devido ao seu tamanho, aparenta muito mais idade do que tem (ela também é comilona e se exercita muito).

Outro novo personagem, João É Hora, é um garoto de seis anos cadeirante e também muito ativo e praticante de esportes adaptados.

E por fim, há o personagem Bum, um fanático por redes sociais e de descendência africana. Com um detalhe: é um fofoqueiro e espalhador de notícias (daí o apelido "Bum")

A princípio serão cinco "programetes" em que os amigos vão se unir numa banda para tocar a música comemorativa da TV Rá Tim Bum. No ano que vem o canal promete novas aventuras com a turminha.

A TV Rá Tim Bum é uma criação da Fundação Padre Anchieta e tem cerca de 7 milhões de assinantes.

O canal é voltado para crianças de 1 a 8 anos e está presente, no total, em 60 operadoras de TV paga de grande, médio e pequeno porte no país.

Entre as novidades da programação ainda este mês estão o "Diário de Mika", animação nacional e que foi indicada ao Emmy Kid Awards; a 2ª temporada dos bonecos nacionais "Os Cupins"; além de "Jacarélvis" (sucesso do YouTube que migrou para a TV).

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook e site Ooops

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Ricardo Feltrin