PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


Globo confirma pilotos com Angélica, mas sem previsão de estreia

A apresentadora Angélica, da Globo - Reprodução/Instagram
A apresentadora Angélica, da Globo Imagem: Reprodução/Instagram
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

07/01/2020 03h06

Resumo da notícia

  • Apresentadora está sem programa solo há 2 anos
  • Novo projeto começou no ano passado, mas foi adiado
  • Se for ao ar, atração será semanal e por temporada

Em nota enviada a esta coluna por meio da CGCom, a TV Globo confirmou que o projeto de um novo programa com Angélica entrou na "fase de pilotos".

No entanto a emissora afirma que ainda não há nenhuma data de estreia prevista. O martelo só será batido depois dos pilotos serem avaliados pela direção da emissora e, provavelmente, dos famosos grupos de discussão de telespectadores.

Em entrevista no último sábado no programa "Altas Horas", a apresentadora afirmou que este ano voltará ao ar com um novo programa.

O ok da Globo é provável, mas ainda não está 100% garantido.

O projeto autoral (da própria Angélica) vem sendo tratado sob sigilo. Ela está sem um programa solo há dois anos.

Nesse período tem feito participações em produções da casa, inclusive novelas.

A previsão é que o programa, se for ao ar, seja semanal e por temporada.

O novo projeto já teve idas e vindas desde o início do ano passado: começou a ser bolado e logo foi adiado.

Depois voltou à fila de obras em curso. Chegou inclusive a passar por uma fase inicial de testes no ano passado.

No entanto, no final de 2019 a possível candidatura de Luciano Huck, marido de Angélica, voltou a ameaçar o nascimento da atração.

No entanto, segundo a coluna apurou, concluiu-se dentro da TV que, mesmo que Huck decida concorrer à Presidência em 2022, ele não precisaria tomar nenhuma decisão em 2020.

Angélica, 45 anos, está na Globo desde 1996. Trabalhou na casa por 22 anos ininterruptos até perder o "Estrelas".

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook e site Ooops

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Ricardo Feltrin