PUBLICIDADE
Topo

Estudo faz "raio X" do público de reality shows no Brasil e no mundo

Flay conversa com Prior durante festa no "BBB20", da Globo - Reprodução/Globoplay
Flay conversa com Prior durante festa no "BBB20", da Globo Imagem: Reprodução/Globoplay
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

27/03/2020 00h45

A empresa britânica Betway —especializada em apostas esportivas e online—, fez um longo estudo qualitativo sobre o perfil do telespectador que prestigia os reality shows na TV.

O estudo contempla esse tipo de entretenimento nas TVs do mundo e, especificamente, no Brasil.

O formato do reality show surgiu nos anos 70, mas teve uma "revolução no final dos anos 90", quando aparece o fenômeno "Big Brother".

Segundo a Betway, o primeiro reality do mundo como conhecemos foi "An American Family", da rede de TV americana PBS

Criado pela holandesa Endemol em 1999, até o hoje o "BB" já teve versões exibidas em quase 60 países, com quase 500 edições.

Vamos aos números e porcentagens da análise da Betway:

- Um em cada 3 países tem no mínimo um reality show por ano em sua grade televisiva

- Apesar do sucesso do "BB", os reality shows mais vistos no mundo até hoje são:

- "Survivor"

"The Masked Singer"

"The Bachelor"

"RuPaul Drag´s Race"

"Largados & Pelados"

"Keeping Up With The Kardashians"

"Hells Kitchen"

Os países que mais produziram diferentes reality shows no mundo são: EUA ( 228); Reino Unido (257); Austrália (197); Índia (193) e Coreia do Sul (136).

No Brasil, só na TV aberta, já foram exibidas desde o ano 2000 pelo menos 63 edições de reality shows.

61% do público desse tipo de atração é feminino. 52% são pessoas da classe C (só 5% da classe A). 22% têm entre 10 e 17 anos; 18% têm entre 18 e 24 anos; 24% têm entre 25 e 34 anos; 21% entre 35 e 49 anos; 15% têm mais de 50.

As cidades brasileiras que mais veem reality shows são DF (28%), Salvador (21%), São Paulo (20%), Recife (18%) e Fortaleza (17%).

O queridinho do público no Brasil ainda é com folga o "BBB", que atualmente está em cartaz na Globo.

A média de público por cada episódio é de 22 milhões de pessoas. Ou mais de 10% da população brasileira.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops

Ricardo Feltrin