PUBLICIDADE
Topo

Após um ano, Record derrota SBT no país nas 24 horas do dia

Adriana Araújo e Sergio Aguiar no Jornal da Record  - Reprodução/RecordTV
Adriana Araújo e Sergio Aguiar no Jornal da Record Imagem: Reprodução/RecordTV
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

01/05/2020 00h09

Por apenas dois décimos de ponto de ibope, a Record derrotou o SBT em abril no Painel Nacional de Televisão (PNT), segundo dados consolidados de audiência, obtidos com exclusividade por esta coluna.

A vitória chama a atenção por dois motivos:

1) a Record tem 4h15min diariamente de programação religiosa durante suas madrugadas;

2) com exceção justamente das madrugadas, a Record venceu a rival e lhe tomou a vice-liderança simbólica vencendo em todas as faixas horárias, inclusive a nobre.

Na média 24 horas a Globo liderou com 14 pontos de audiência.

A Record veio a seguir com 4,7 pontos; o SBT veio em terceiro com 4,5 pontos. A Band marcou 1,4 ponto e a RedeTV, 06.

Na média das 7h à 0h, o chamado horário comercial, Globo liderou com 17,2 pontos. Record ficou em segundo de novo, com 6,2 pontos. E o SBT veio de novo em terceiro com 5,4 pontos.

A última vez que a Record venceu o SBT havia sido em março do ano passado, quando marcou 5,7 pontos x 5,5 para a TV de Silvio Santos (Globo com 12,8).

Na principal e mais valorizada faixa, a nobre, a Record abriu boa margem: 7,5 x 6,7 para o SBT (Globo, 25,1 pontos)

Cada ponto nessa medição, que abrange as 15 maiores regiões metropolitanas do país mensuradas pela Kantar Ibope Media, equivale a cerca de 254 mil domicílios.

Um dos motivos da "virada" da Record sobre o SBT é certamente o investimento em jornalismo.

Além de boletins exibidos durante todo o dia, a simples troca de horário do "Jornal da Record" o fez disparar 32% no ibope e deixar o SBT em terceiro.

Grande São Paulo

Na Grande São Paulo, maior mercado do país, a vice-liderança ficou com o SBT, também uma vitória apertada: quatro décimos de ponto de ibope.

Na média 24 horas, a TV de Silvio Santos marcou 5,3 pontos, contra 4,9 pontos da TV da Barra Funda (Globo foi líder com 14,4 pontos).

Foi o 37º mês consecutivo de vitória do SBT. Cada ponto nessa medição equivale a cerca de 74,5 mil domicílios sintonizados.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops

Ricardo Feltrin