TV e Famosos

Renata Sorrah diz que volta de Nazaré pode "aliviar a tensão" no Brasil

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

25/11/2016 07h00

Renata Sorrah recebeu com alegria a notícia do retorno de "Senhora do Destino" à TV. A atriz é reconhecida até hoje por seu trabalho como Nazaré Tedesco, vilã da novela de Aguinaldo Silva que será reprisada pela Globo no "Vale a Pena Ver de Novo". A personagem consagrou Sorrah e conquistou o público com suas maldades e humilhações contra sua rival, a protagonista Maria do Carmo (Susana Vieira).

Ao UOL, Sorrah diz acreditar que a trama, exibida originalmente em 2004, pode acalmar os ânimos do povo em meio à crise econômica e política no Brasil. "Quem sabe ajuda a aliviar um pouco essa tensão que estamos vivendo", torce.

Vaidosa, narcisista e sarcástica, Nazaré continua na lembrança dos fãs nas redes sociais. As cenas da vilã se olhando no espelho e falando "Gostosa! Raposa felpuda!" ganharam páginas no antigo Orkut e no Facebook.

Neste ano, Nazaré dominou o mundo com seu olhar perdido em uma cena na cadeia. O meme "Nazaré confusa" teve versões em inglês (foi usado durante a eleição norte-americana) e até em russo. "É uma personagem incrível. Ficou independente e ganhou o mundo. Não me obedece mais!", comemora Sorrah.

Divulgação/TV Globo
Nazaré (Renata Sorrah) em cena do último capítulo de "Senhora do Destino" Imagem: Divulgação/TV Globo
Terceira exibição

Novela de maior audiência da Globo nos últimos 20 anos, "Senhora do Destino" irá ao ar pela terceira vez. O retorno foi anunciado por José Abreu no Twitter e confirmado pela emissora. "'Senhora do Destino' no 'Vale a Pena Ver de Novo' outra vez! A única novela da Globo com os três Zés!", comemorou o ator, relembrando o elenco da novela com José Mayer, José Wilker e ele.

A novela, que já foi reprisada em 2009, era forte candidata para voltar ao "Vale a Pena" havia pelo menos dois anos, porém foi preterida por outras novelas mais novas, como "Caminho das Índias" (2009) e "Cheias de Charme" (2012), e mais antigas, como "O Rei do Gado" (1996) e "Anjo Mau" (1997).

A trama se divide em duas fases. Na primeira, em 1968, Maria do Carmo (Carolina Dieckmann) está grávida de Lindalva e é abandonada pelo marido. Após o nascimento de sua quinta filha, a pernambucana se muda para o Rio de Janeiro com as crianças e se refugia na mesma casa onde está Nazaré (Adriana Esteves), que rouba a recém-nascida.

A segunda parte se passa no início dos anos 90. Maria do Carmo (Susana Vieira) é uma empresária bem sucedida, dona de uma loja de materiais de construção e disputada por dois homens: o ex-bicheiro Giovanni Improtta (José Wilker) e o jornalista Dirceu de Castro (José Mayer). Ela ainda procura a filha desaparecida e reencontra Lindalva, agora Isabel (Carolina Dieckmann), mas sofre nas mãos de Nazaré (Renata Sorrah).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo