PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Caio Blat e Thiago Rodrigues defendem José Mayer e são criticados na web

Caio Blat disse não achar certo José Mayer ser afastado da Globo - Thyago Andrade /Foto Rio News
Caio Blat disse não achar certo José Mayer ser afastado da Globo Imagem: Thyago Andrade /Foto Rio News

Do UOL, em São Paulo

05/04/2017 12h19

Pouco após a manifestação de artistas e funcionárias da Globo contra o assédio, na última terça-feira (4), Caio Blat e Thiago Rodrigues foram criticados por defender o ator José Mayer, denunciado por ter assediado a figurinista Susllem Tonani, de 28 anos.

A declaração mais polêmica veio de Caio Blat, que afirmou ao site Glamurama não achar “certa” a decisão da Globo de afastar o ator por tempo indefinido. “José Mayer é uma pessoa que a gente conhece. A declaração que ele deu hoje foi brilhante. A forma como ele se colocou foi perfeita. Ele não representa ameaça a ninguém. Fez uma brincadeira fora de tom, e na presença de outras pessoas. Não houve intimidação”.

Blat se tornou alvo de críticas na web; em seu Instagram, vários internautas deixaram comentários afirmando que “assédio não é brincadeira”. Até sua mulher, a atriz Maria Riberio, foi cobrada no Twitter. A um internauta, ela respondeu: “Estou do lado da Su, estou com as mulheres”.

 

O ator Thiago Rodrigues também usou suas redes sociais para falar sobre o caso e criticar a repercussão do mesmo. “Eu conheço o Zé. Eu gosto dele. Posso te garantir que ele está mal com tudo isso. Que ele pague se tiver que pagar. Apenas sou contra crucificação e ódio”, afirmou ele. 

O veterano Oscar Magrini não chegou a defender o colega, mas foi alvo de críticas por um comentário infeliz feito no "Encontro", no qual insinuou que as mulheres não devem "instigar" os homens. "É uma sociedade machista, fez-se tanto tempo lá atrás, mas não existe como chegar agora e eu não te respeitar porque você está mais ousada, de minissaia e eu tenho que abusar ou passar a mão ou falar alguma coisa. A mulher também neste sentido tem que saber se colocar para não instigar o outro", opinou.

Fátima Bernardes interrompeu a declaração e se posicionou sobre o comentário: "Na verdade, Magrini, mais do que instigar, o outro tem que respeitar independentemente de como ela está". Ele respondeu: "A minha liberdade termina onde começa a sua. Você está muito bonita, mas o que me dá o direito de eu chegar em você e te tocar? Não, jamais", completou o ator."

Já a atriz Marcella Rica, que contracenou com Mayer em “A Lei do Amor”, disse que apoia o movimento “Mexeu com uma, mexeu com todas”, mas foi criticada por elogiar a resposta de Mayer á polêmica.

“Fiquei muito triste quando soube de tudo, mas hoje lendo a carta do Zé e vendo toda essa manifestação latente, com tanta gente lutando por algo tão importante e fundamental, eu achei bonito. Não o que aconteceu, claro! Sou do time #MexeuComUmaMexeuComTodas, sempre. Mas o ato de reconhecer, se desculpar e buscar essa mudança. Que todos os muitos, que por pura cultura e costume, invadem e assediam - mesmo que através de leves piadas - em qualquer tipo de ambiente, comecem também a repensar e a lutar contra essa postura já natural. Que natural seja sempre o respeito. Obrigada, Su, pela coragem. E obrigada Zé, pela carta. Que ela provoque ainda mais mudanças”.

Famosos