Topo

TV e Famosos

"Não dá para defender a Irene", diz Maria Cândido após surra em novela

Estevam Avellar/TV Globo
Joyce (Maria Fernanda Cândido ) e Ritinha (Isis Valverde) enfrentam Irene (Débora Falabella) em "A Força do Querer" Imagem: Estevam Avellar/TV Globo

Colaboração para o UOL

25/07/2017 14h41

Maria Fernanda Cândido comentou a surra de Irene (Débora Falabella) em "A Força do Querer" no "Vídeo Show" desta terça-feira (25). A cena em que sua personagem, Joyce, e Ritinha (Isis Valverde) encurralam e estapeiam a vilã no banheiro de um restaurante foi uma das mais comentadas da trama.

"Não dá pra defender a Irene. O compromissado, o casado era o Eugênio (Dan Stulbach), ele traiu a mulher, errou feio, mas a Irene é uma mulher má, armou isso tudo. A Irene não tem desculpa, fez tudo muito consciente. Ela manipulou os dois, estava comandando esse jogo", avalia a atriz.

Maria Fernanda defendeu o filho fictício, Ruy (Fiuk), que também traiu Cibele (Bruna Linzmeyer) com Ritinha. "A traição dele não durou um ano e meio, dois anos, como a do Eugênio. Ele teve de optar, mas optou pela Ritinha".

O programa mostrou alguns bastidores da cena. Débora desviava dos tapas e teve a maquiagem retocada para parecer machucada. A intérprete de Joyce teve de jogar o sapato cerca de cinco vezes - na primeira, acertou o vaso que estava próximo ao espelho do banheiro, que precisou ser substituído.

 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais TV e Famosos