Topo

TV e Famosos

"Sereia" que inspirou Gloria Perez ataca Isis Valverde: "Ela me boicotou"

Arquivo Pessoal
Isis Valverde e Mirella Ferraz Imagem: Arquivo Pessoal

Do UOL, em São Paulo

19/10/2017 12h03

Mirella Ferraz, que está magoada com Glória Perez e a equipe de "A Força do Querer", resolveu dar mais detalhes de sua decepção. Mirella é adepta do sereismo há cinco anos e foi referência para a construção da personagem Ritinha, interpretada por Isis Valverde.

Ela, que em entrevista ao UOL falou pela primeira vez sobre sua revolta, disse em texto postado no Facebook após a reportagem publicada na quarta-feira (18) como está chateada e fez duras acusações à produção da novela.

"Teve vezes, pessoal, em que eu trabalhei abaixo de 40 graus de febre, de graça, pra ajudar a achar cauda de sereia pra Isis, porque ela insistia que queria uma cauda americana. E detalhe, o absurdo ainda foi quando as figurinistas me ligaram e quiseram que EU comprasse uma cauda, de R$ 12 mil reais pra ela (alegaram que me reembolsariam depois), porque alegaram que seria muita burocracia pra Globo", diz.

Mirella continua e afirma que chegou a ser "destratada" pela produção: "Tentaram me humilhar, humilhar meu trabalho a ponto de eu desligar o telefone aos prantos. Claro, tudo isso era relatado à Gloria Perez. Essas poucas coisas que estou contando, é só para vocês saberem um pouco do que aconteceu e do que eu passei".

Ela ainda critica Isis Valverde ao dizer que foi boicotada pela atriz. Segundo a "sereia" profissional, elas se deram bem no primeiro encontro -- mas depois a relação das duas se transformou para pior.

"Com o passar dos dias fui me chateando por coisas que ela fazia e dizia. Isis tentava me boicotar de todas as formas. Dizia que não ia tirar foto comigo e não queria que eu postasse as que eu tirava com meu celular, pq, nas palavras dela: "Vc não tem que aparecer, eu que tenho que ser A Sereia!", escreveu. "Isso me chateava enormemente, já que essa personagem só existia por causa de mim, pq foi inspirado em mim, e porque ajudei e trabalhei muito. Enfim, Isis me boicotou até mesmo em matérias que seriam feitas dos nossos treinamentos. Ela não permitiu e só quis essas matérias a partir do momento em que fui embora do Rio", afirmou. 

Ao fim, Mirella resume sua decepção: "A TV é uma fábrica de ilusões, feita por relacionamentos fakes, pessoas sem um pingo de caráter e por tentativas de puxada de tapete. E esse ambiente definitivamente não é pra mim".
 
"A pessoa que mais queria me ver em alguma participação nessa novela era meu pai, que faleceu há 3 meses e eu não tive sequer uma condolência de Gloria Perez ou de Isis Valverde. Isso me fez ficar com o coração na mão por causa dele, que, doente, sempre perguntava disso. Pra mim, desde que a personagem foi desvirtuada não me importava mais. No final das contas, talvez tanta coisa ruim que me fizeram foi até bom! Porque me fez me afastar desse círculo podre".
 
Procurada pelo UOL, a TV Globo não se manifestou até o momento.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais TV e Famosos