PUBLICIDADE
Topo

Televisão

Apresentador baleado celebra recuperação e quer voltar à TV: "Vitorioso"

O jornalista Alexandre Farias foi atingido na cabeça por uma bala perdida - Reprodução/TV Globo
O jornalista Alexandre Farias foi atingido na cabeça por uma bala perdida Imagem: Reprodução/TV Globo

Gilvan Marques

Do UOL, em São Paulo

26/09/2018 04h00

Vítima de uma bala perdida, pouco tempo depois de sair da TV Asa Branca, afiliada da Globo em Caruaru (PE), o jornalista Alexandre Farias se recupera bem um ano depois do episódio e já pensa em voltar à televisão, em breve. (Assista ao vídeo abaixo)

Farias tinha acabado de apresentar o telejornal local "ABTV - 2ª edição", e estava a caminho de casa, no dia 16 de setembro do ano passado, quando ficou no meio de um fogo cruzado entre a polícia e suspeitos que teriam roubado um carro. Ele foi atingido na cabeça por um dos disparos.

O profissional foi levado às pressas para o hospital, passou por um procedimento cirúrgico que durou quatro horas e teve perda de parte da massa encefálica. Oito meses depois, ele recebeu alta e, desde então, vem se recuperando em casa com o apoio de vários profissionais.

Ao UOL, por telefone, Alexandre Farias celebra a sua boa recuperação clínica e se considera um vitorioso.

“Pois é, eu sou um vitorioso, foi um milagre de Deus”, comemora. “Eu ainda continuo fazendo fisioterapia, fonoterapia e sendo acompanhado por psicólogo. Tem momentos em que estou bem, mas há momentos também em que me dá um desânimo por causa das fortes dores. Parece uma montanha-russa”, admite o apresentador.

Questionado se sente saudade da televisão, Farias não pensa duas vezes ao responder. "Sinto muita saudade. Conversei dia desses com a minha chefe e perguntei se a minha vaga ainda estava disponível. Ela disse ‘com certeza’. A minha dificuldade neste momento é ficar em pé. Assim que eu conseguir, eu volto para a minha bancada”, diz.

Durante a conversa com a reportagem, Xande (como é chamado por amigos e familiares) demonstra bom humor e faz questão de agradecer a todos aqueles que fizeram correntes de oração e sempre torceram por ele.

"Por mais que eu quisesse encontrar e abraçar a todos... acho que seria um estádio de futebol cheio", brinca.

"Não sinto raiva"

A Polícia Militar realizou poucos dias depois uma operação em um sítio no distrito de Lagoa de Pedra, área rural de Caruaru (PE). Os policiais foram recebidos a tiros.

Três homens foram presos, um morto e um conseguiu fugir, de acordo com informações da TV Jornal, afiliada do SBT em Pernambuco. Eles teriam envolvimento no caso de Alexandre Farias.

“Eu não tenho nenhum sentimento de raiva por eles. Se eu pudesse encontrar com eles, eu os perdoaria”, conclui o apresentador.

Televisão