Topo

Famosos


Ator de "Belíssima" fala pela primeira vez sobre acidente: "Foi um milagre"

Montagem/Reprodução/TV Globo/Facebook
Vitor Morosini em "Belíssima" e atualmente Imagem: Montagem/Reprodução/TV Globo/Facebook

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

2018-11-19T16:05:31

19/11/2018 16h05

Três meses após cair do quinto andar de um hotel em Barretos, interior de São Paulo, Vitor Morosini pode rir do acidente que quase o matou. "Literalmente eu caí na real. Minha vida ficou por um fio", brinca ao se lembrar do fio elétrico que amorteceu sua queda. Ao UOL, o ator, atualmente na reprise de "Belíssima", fala pela primeira vez sobre o caso.

"Estou feliz por estar vivo. Foi um milagre. [A queda] só fez aguçar ainda mais a minha fé", comemora Vitor, que agora celebra dois aniversários: 19 de junho, quando nasceu, e 23 de agosto, "renascimento" após o acidente. Católico e espírita, o ator de 29 anos crê em uma segunda chance dada por Deus.

O rapaz deixou na última quarta-feira (14) o hospital Galileo, em Valinhos, onde foi transferido para ficar próximo da família. De alta médica, ele voltou a morar na casa da família, em Vinhedo, e se recupera com sessões de fisioterapia em uma cadeira de rodas. O ator prevê voltar a andar em três meses.

Acidente

Vitor admite que tentou se matar, confirmando a principal linha de investigação. Ele disse que sentiu "mania de perseguição" e se refugiou no mesmo hotel onde sua falecida avó morou durante alguns anos.

"Caí e fiquei consciente. Eu me lembro de tudo. Sabia [que estava vivo] porque fiquei gritando de dor. Tive fratura exposta no fêmur, no ombro, quebrei o dedo do pé e os pés, costela, vértebra. Graças a Deus não foi uma vértebra que prejudicou meus movimentos, porque caí de bruços. E graças a Deus bati o rosto de leve e fez um cortezinho na sobrancelha. Mesmo gritando de dor, agradeci a Deus por estar vivo", relembra.

O ator foi entubado em uma ambulância do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e encaminhado à Santa Casa de Misericórdia de Barretos, onde permaneceu internado no CTI (Centro de Terapia Intensiva) durante três semanas.

Reprodução/Globo
Vitor Morosini e Claudia Raia em "Belíssima" Imagem: Reprodução/Globo

Drogas

Morosini culpa seu vício em maconha pela tentativa de suicídio. "O que fiz foi muito grave. Nunca imaginei que fosse chegar a esse ponto, porque sempre gostei da vida. Sempre pratiquei esportes, hipismo principalmente. Era alto astral, brincalhão. Não era eu, foi a maconha que causou isso. Nunca mais penso em usar essa bosta", promete.

O ator começou a consumir maconha aos 15 anos, antes de gravar "Belíssima". Na época, ele já trabalhava como artista em comerciais e novelas como "Pequena Travessa" e "Jamais Te Esquecerei", do SBT. Parou o uso quando trabalhou na Globo, mas voltou a fumar após o fim da trama, no ar em "Vale a Pena Ver de Novo".

Após "Belíssima", Vitor estudou aviação, mas interrompeu o sonho de ser piloto de avião por causa da droga. "Faziam exame toxicológico em fio de cabelo, que pega quatro, cinco meses. A maconha me atrasou. Eu só vivia com o dinheiro que ganhei na televisão. Tinha minha poupança e não gastei tudo", afirma o rapaz, que planeja retomar a carreira artística.