Topo

Famosos

Ex diz que Eduardo Costa já colocou detetive para segui-la e se revolta

Reprodução/YouTube
Lília Araújo entrou na justiça contra Eduardo Costa para reajustar valor de pensão Imagem: Reprodução/YouTube

Felipe Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

20/11/2018 14h17

Ex-namorada do cantor Eduardo Costa, Lília Araújo, que briga na Justiça para tentar reajustar o valor da pensão da filha do casal, se indignou com as declarações do cantor para o canal de Antonia Fontenelle.

Na entrevista, Costa disse que não há possibilidade de fazer acordo com a mãe de sua filha e a criticou pelas acusações feitas no programa "Superpop", da RedeTV!.

"A partir do momento que a pessoa quer medir força com você não tem acordo. Se você quer que eu faça por você, me trate bem, com amor, carinho... A minha obrigação é com a minha filha e vou cumprir até eu morrer. Mas não vou fazer nada com quem quer somente o meu dinheiro", disse ele. "A única coisa má que eu tenho para falar dela [sobre a ex-namorada] é essa relação demoníaca que ela tem comigo", afirmou o cantor.

Lília rebateu o ex por meio de um comunicado publicado nas redes sociais nesta terça (20). No texto, ela o acusa de ter ido "longe demais".

"Se ela [a filha] pede 'bênção', se ela te chama de 'papai' foi porque eu ensinei assim, porque você jamais buscou ensinar bons modos a ela", afirmou. Em seguida, Lília revelou que o sertanejo já colocou um detetive para segui-la:

"Quando você fala que eu tenho um sentimento demoníaco e de perseguição por você Eduardo Costa, acho que você se esquece das vezes em que pagou detetive particular para andar atrás de mim e ver se o dinheiro da pensão era despendido integralmente pra nossa filha! E claro, se ferrou pois foi constatado que tudo que fazia e faço é em prol dela".

Segundo Lilia, o sertanejo se faz de vítima. "Agora é saber que o Poder Judiciário fará o julgamento e dará a nossa filha o que ela tem direito... A verdade é uma só. Se você tem condições de dar uma vida digna a ela você dará! Disso não abro mão".

"(...) Tirem suas conclusões quando ele diz amar a mãe da filha dele, ainda bem que tem algumas pessoas que tem bom senso e perceberam que foi tudo uma historinha fantasiosa que ele sustenta para se vitimizar", declarou. 

Briga na Justiça

Ex-namorada de Eduardo Costa, Lília Araújo chegou a deixar o apartamento em que vivia após ser notificada por falta de pagamento.

A vendedora afirma não ter conseguido arcar com despesas do imóvel, como IPTU e condomínio –o aluguel custava R$ 2,5 mil. O valor total da dívida acumulada em dois anos não foi revelado.

"Já entreguei o apartamento, mas a dívida ainda existe. Fui obrigada a me mudar por não conseguir pagar", contou ela ao UOL. Mãe e filha deixaram o imóvel e, segundo Lília, estão morando na casa de familiares em Bom Despacho (MG).

Lília e Costa se conheceram em Belo Horizonte, em 2001, e chegaram a morar juntos, mas se separaram quatro anos depois. A ex do cantor recebe dez salários mínimos de pensão alimentícia --o equivalente a R$ 9.540-- que, segundo ela são insuficientes para custear despesas da filha, como escola, aulas de canto, inglês, natação e pilates. Na Justiça, ela pede o reajuste desse valor.

Assista a entrevista de Eduardo Costa para Antonia Fontenelle: