PUBLICIDADE
Topo

Especial BBB19

Irmã defende Paula sobre racismo: "Frases infelizmente estão na sociedade"

Paula chocou público com questionamentos sobre racismo - Reprodução/GloboPlay
Paula chocou público com questionamentos sobre racismo Imagem: Reprodução/GloboPlay

Carolina Farias

Do UOL, no Rio

08/02/2019 04h00

Após a saída de Hana, na última terça-feira (5), a bacharel em direito Paula von Sperling está firme na disputa para ser a participante mais polêmica deste "BBB19". A mineira de Lagoa Santa já chamou atenção por algumas conversas consideradas preconceituosas. Ela já sugeriu, por exemplo, que piadas sobre "loira burra" são racistas, tentou explicar à dupla Rodrigo e Gabriela o que era humor negro e disse que se surpreendeu ao descobrir que um homem que esfaqueou a mulher era "branquinho", e não "o maior faveladão".

Paula do "BBB19" trabalha em escritório de advocacia com irmã e sócias - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram
A advogada Mônica von Sperling defende a irmã. "Ela não é preconceituosa. Nossa família é africana. Nossa avó por parte de mãe é negra. Ela já teve dois namorados negros. Sobre a história da agressão, o que ela quis dizer é que não são só negros e favelados que cometem crimes."

Aos 24 anos, quatro a menos que a participante, Mônica acredita que a irmã está sendo verdadeira.

"Ela só esquece que está em um programa e que o Brasil está vendo. Por mais que ela fale sem maldade, se não forem colocadas [as frases] direito, elas são mal interpretadas."

Mônica e Paula, e mais duas advogadas, são sócias em um escritório em Lagoa Santa. Mônica tem a inscrição na OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), o que permite que ela exerça a profissão e assine como advogada, enquanto Paula é bacharel em direito e estuda para concursos públicos. Pelo Twitter, telespectadores questionaram o fato de a "BBB" ser formada em direito e desconhecer sobre racismo.

Segundo Mônica, esses questionamentos não se justificam no caso da irmã. "Não tem a ver. Ela lê muito para concursos. As frases [que Paula disse] infelizmente estão na sociedade, mas 'causam' porque ela está na TV."

A advogada é quem está administrando as redes de Paula. Ela afirmou que os ataques por conta das polêmicas envolvendo a irmã acontecem, principalmente pelo Twitter, mas que a família não está preocupada.

"No Twitter o pessoal é mais chato. Eu nem sabia que o Twitter ainda era usado. Mas também temos muita gente apoiando".

Pippa vai ser mãe

Se durar no reality, Paula será recebida em casa pelos filhotes sua porca Pippa, que está prenha e, pelos cálculos da família, deve dar à luz até o final da atração. Segundo Mônica, a sister já sabia da gravidez quando entrou no reality. O período de prenhez de uma porca é de três meses, mesma duração do "BBB".

"Paulinha tinha anotado no celular [o período], mas a produção do programa levou. Nós não temos certeza do tempo, precisaria fazer ultrassom", contou Mônica.

Pippa está um pouco triste e a família acredita que o bichinho está com saudades. "Ela está meio estranha, depressiva. Está grávida, mas está mais quieta. Está sentindo falta dela. A gente tenta, mas não é do mesmo jeito [que a "BBB]."

Especial BBB19