PUBLICIDADE
Topo

Televisão

Diretor rebate acusação de apresentador que se demitiu ao vivo

Kaio Cézar e PC Norões cobriram juntos a Copa América de 2015, no Chile - Reprodução/TV Verdes Mares
Kaio Cézar e PC Norões cobriram juntos a Copa América de 2015, no Chile Imagem: Reprodução/TV Verdes Mares

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

17/02/2019 16h16

Diretor do Sistema Verdes Mares, grupo que comanda a afiliada da Globo no Ceará, PC Norões rebateu indiretamente a acusação do apresentador Kaio Cézar, que se demitiu ao vivo no "Globo Esporte" local, ontem. Em sua rede social, o jornalista disse que o ex-chefe o assediou moralmente, o boicotou de telejornais e narrações e ofendeu sua família.

PC Norões solta indireta após ser acusado de assédio por Kaio Cézar - Reprodução/Instagram/pcnoroes - Reprodução/Instagram/pcnoroes
PC Norões solta indireta após ser acusado por Kaio Cézar
Imagem: Reprodução/Instagram/pcnoroes
PC Norões trancou seu perfil no Instagram logo após o desabafo de Kaio Cézar no Facebook, revelando os motivos pelos quais se demitiu no ar. Ele publicou uma frase atribuída ao empresário Edson Queiroz (1925-1982), fundador da TV Verdes Mares, sobre "injustiça" e "ingratidão".

"Se algum dia vocês forem surpreendidos pela injustiça ou pela ingratidão, não deixem de crer na vida, de engrandecê-la pela decência, de construí-la pelo trabalho!", diz a frase postada por PC Norões em sua rede social.

Kaio Cézar retrucou PC Norões com uma frase atribuída ao filósofo Immanuel Kant: "Tudo que não puder contar como fez, não faça!".

Frase feita.

Uma publicação compartilhada por Kaio Cézar (@kaiocezar_ce) em

Acusações

Kaio Cézar, que estava há mais de 11 anos no Sistema Verdes Mares, culpou o diretor Paulo César Norões, como o principal responsável pela sua atitude no ar, e disse que sentia-se perseguido e desprestigiado.

"Arrogante, ele nunca soube lidar com quem pensa diferente, principalmente os que julga inferiores. E eu, por ter raízes, convicções - políticas e esportivas - e personalidade extremamente opostas nunca fui respeitosamente aceito por ele. Lembro-me que um dia, no meio de uma reunião do esporte, quando era nosso editor-chefe, mandou-me 'tomar no cu' por ter discordado dele. Curioso é que pouco antes, quando eu ainda estava na TV Diário, outra emissora do SVM, ele havia tentado me barrar da cobertura da Copa das Confederações sob a alegação de que eu era 'tímido demais', nas palavras do diretor Roberto Moreira, diretor da TV Diário", disse.

"Em meio a tantos fatos que configuram perseguição, certa vez PC Norões se dirigiu a mim e proferiu ofensas à minha família que não as repito aqui porque tenho dois filhos, entre eles uma enteada, e poderia expor pessoas que não tem nada a ver com a história. Só adianto uma coisa, não tem nada a ver com traição da minha mulher, como inventaram de ontem para hoje. E foi assim que pouco a pouco me escantearam, sem qualquer pudor ou respeito por mim, um profissional que se dedica há tanto tempo à mesma empresa, e que foi avaliado como sendo de 'bom caráter' ao ser promovido de uma emissora a outra dentro do SVM", prosseguiu.

Televisão