Topo

Famosos


"Preciso cuidar da saúde", diz Izabella Camargo após demissão de ministério

Gilvan Marques

Do UOL, em São Paulo

2019-04-18T22:05:02

18/04/2019 22h05

Ex-apresentadora da Globo, Izabella Camargo disse ter "aprendido muito" ao comentar o pedido de demissão da equipe de comunicação do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, hoje, cerca de quatro meses depois do início do governo Bolsonaro.

A jornalista, que é portadora da Síndrome de Burnout, foi convidada pelo ministério para compor a equipe do ministro e astronauta Marcos Pontes ainda em dezembro.

Ao UOL, por e-mail, Izabella falou sobre a necessidade de cuidar da sua saúde ao justificar o pedido de demissão.

"[A saída foi] Tudo em paz, absolutamente. Só preciso cuidar da minha saúde. Aprendi muito. Foi uma oportunidade incrível!", disse ela.

Respire. Repense. Reajuste. Recomece. Quantas vezes for preciso

Ela chegou a ser homenageada pelo ministro em um vídeo em sua página do Facebook, no qual Pontes manda uma mensagem para Izabella e mostra imagens da jornalista em trabalhos no órgão. O vídeo foi exibido durante o lançamento do programa Ciência na Escola, ontem, em Brasília.

"Compreendo que o problema que você tem é complexo. Confesso que não conhecia antes. Mas fiquei triste, lógico, quando vi seu pedido para sair, mas compreendo suas razões. É importante cuidar da saúde, ter esse tempo para você", disse o ministro na mensagem.

Izabella admitiu sofrer da Síndrome de Burnout, um distúrbio psíquico, de caráter depressivo, precedido de esgotamento físico e mental intenso, em outubro.

Por causa da doença, a ex-moça do tempo da Globo e apresentadora substituta do telejornal "Hora Um" pediu licença médica do trabalho. Ao voltar no início de novembro, a jornalista foi surpreendida: a emissora decidiu demiti-la.

Um mês após ser demitida da Globo, Izabella Camargo falou sobre o problema de saúde que a fez sair de licença médica antes de voltar à emissora e ser dispensada.

Ela, que fazia o "Hora 1", de Monalisa Perrone, diz que trabalhar na madrugada da emissora a prejudicou. A jornalista foi diagnosticada com a síndrome de burnout --transtorno caracterizado pelo estresse elevado relacionado ao trabalho.