Topo

Famosos


Hebe, aborto e hemorroidas: Daniela Albuquerque detalha gravidez em livro

Daniela Albuquerque divulga seu livro, "Dani e Elas", no programa "Sensacional", da RedeTV! - Reprodução/Instagram/daniredetv
Daniela Albuquerque divulga seu livro, "Dani e Elas", no programa "Sensacional", da RedeTV! Imagem: Reprodução/Instagram/daniredetv

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

29/05/2019 04h00

Se dependesse de Daniela Albuquerque, ela ficaria grávida "para sempre". A apresentadora e primeira-dama da RedeTV! decidiu escrever sobre sua paixão pela maternidade no livro "Dani e Elas", que será lançado na noite de hoje, na livraria Saraiva do shopping Pátio Paulista, em São Paulo.

Além do trocadilho com o próprio nome, o título faz referência às duas filhas de Daniela com Amílcare Dallevo: Alice, 7 anos, e Antonella, 4. No livro, dividido pelos meses de gestação, a apresentadora dá dicas para as futuras mamães e relata perrengues que enfrentou durante a maternidade, de diabetes a hemorroidas.

Paulo Camilo/UOL
Imagem: Paulo Camilo/UOL

Aborto espontâneo

Antes de dar à luz Alice, Daniela Albuquerque sofreu um aborto espontâneo. "Fiquei muito transtornada na época e não acreditei que aquilo tinha acontecido comigo", escreve ela. Durante uma viagem ao Caribe, sentiu taquicardia e teve pesadelos. Logo depois, soube que a secretária do marido tinha morrido. Após a missa de sétimo dia, descobriu no ultrassom ter perdido o bebê que esperava havia 45 dias: "Quando Amílcare perguntou se estava tudo bem, o médico respondeu que não de maneira seca. Disse que o coração não mais batia. Aquela frieza tornou a situação muito mais triste".

Reprodução/Instagram/daniredetv
Imagem: Reprodução/Instagram/daniredetv

Segredo para Hebe

Uma das amigas mais próximas de Daniela Albuquerque, Hebe Camargo (1929-2012) soube antes de qualquer funcionário da RedeTV! que a apresentadora havia engravidado novamente. "Nas primeiras semanas, apenas meu marido e seus filhos sabiam. No segundo mês, contei para a minha mãe. Somente no terceiro me abri para Hebe, minha grande amiga. Um tempo depois, a notícia vazou em uma revista", relembra Dani, que no quarto mês anunciou a gravidez ao vivo no "Manhã Maior".

Lucas Lima/UOL
Imagem: Lucas Lima/UOL

Rafinha Bastos

A apresentadora optou por esconder a gravidez do público também por causa da repercussão da fala de Rafinha Bastos. No "CQC", o humorista disse que "comeria" Wanessa Camargo e o bebê que ela estava esperando. Em outro programa, ele havia chamado Daniela de "cadela": "Quando Alice estava na minha barriga, por exemplo, aconteceu toda aquela polêmica do humorista que fez uma piada sobre a gravidez de uma famosa. Essa época foi bem complicada. No final, o sujeito acabou se desculpando pelo escorregão, mas isso contribuiu para que eu não me sentisse à vontade para falar sobre minha gravidez".

Reprodução/Instagram/daniredetv
Imagem: Reprodução/Instagram/daniredetv

"Montanha-russa" de emoções com marido

Nas duas gestações, Daniela Albuquerque ficou mais sensível e suscetível a chateações e crises de choro. Até a relação com o marido ficou mais tensa. "Certa vez, ele saiu de uma consulta de rotina para atender a uma ligação de trabalho. Fiquei surpreendentemente magoada com aquilo [...] chorei no carro depois da consulta". Apesar dos momentos tristes, a apresentadora elogia a companhia de Amílcare na maternidade. "Foi uma experiência incrível ter meu marido presente em todos os ultrassons e consultas do pré-natal de nossas filhas [...] Encoraje a presença do seu parceiro", aconselha.

Andrea Dallevo/RedeTV!
Imagem: Andrea Dallevo/RedeTV!

Ajuda de ministro

Daniela também ficou mais engajada com a maternidade a partir de quando engravidou. Enquanto esperava Antonella, ela ajudou três crianças que precisavam realizar um transplante delicado e caro nos Estados Unidos. A apresentadora pediu socorro até para o governo: "Cheguei a trocar muitos e-mails com o então ministro da saúde, Alexandre Padilha, para que intercedesse a respeito do assunto [...] Conseguimos juntas as doações que, somadas à ajuda do ministério da Saúde, permitiram a realização dos transplantes fora do país".

Reprodução/Instagram/daniredetv
Imagem: Reprodução/Instagram/daniredetv

Diabetes e marmitas

No sexto mês de sua primeira gravidez, a apresentadora descobriu que tinha predisposição à diabetes gestacional e cortou da dieta arroz branco e outros alimentos ricos em carboidratos para evitar o uso de insulina, hormônio que quebra a glicose para entrar nas células. "Essa disciplina me levou a carregar minhas marmitas aonde quer que fosse. Grávida tem que viver com comida saudável na bolsa para petiscar ao longo do dia, hein?", ensina.

Daniela Albuquerque amamenta a filha caçula, Antonella - Reprodução/Instagram/daniredetv
Daniela Albuquerque amamenta a filha caçula, Antonella
Imagem: Reprodução/Instagram/daniredetv

Hemorroidas

Daniela Albuquerque detalhou um assunto delicado. Quando entrou no nono mês da gestação de Antonella, começou a sofrer com hemorroidas e precisou se consultar com sua médica: "Ela ficou impressionada ao descobrir que se tratava de uma hemorroida trombosada. Para tratá-la, recorri a métodos naturais como banhos de assento em água morna, compressas de chá de camomila e pomadas". A apresentadora também interrompeu as atividades físicas, e o período resguardada em casa ajudou a curar as hemorroidas antes de dar à luz.

Famosos