Topo

Televisão


Ator de pegadinhas de Silvio brilha como "bailarino dourado" de Faustão

O ator e bailarino Moreno Nunes como "cego paquerador" no Programa Silvio Santos e "dourado" no Show dos Famosos - Montagem/UOL/Reprodução/SBT/Globo
O ator e bailarino Moreno Nunes como "cego paquerador" no Programa Silvio Santos e "dourado" no Show dos Famosos Imagem: Montagem/UOL/Reprodução/SBT/Globo

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

16/06/2019 04h00

O Domingão tem um dançarino que faz mais sucesso do que qualquer bailarina do Faustão. Moreno Nunes compõe o balé do Show dos Famosos na Globo e protagoniza Câmeras Escondidas do Programa Silvio Santos, no SBT, algumas com mais de 20 milhões de acessos na internet.

O galã dançarino já foi o "paquerador da escada rolante", que sobe a escada e alisa quem desce (terceira pegadinha mais vista no canal do programa, com 26 milhões de visualizações), e o "cego paquerador", que fixa o olhar na "vítima" e só depois revela ser deficiente visual (com mais de 160 milhões de acessos, viralizou no mundo).

"Essa pegadinha marcou mesmo, e uma emendou em outra. Percebo que marcou na rua, porque para nós é mais um trabalho, mas todo dia sou lembrado de que a pegadinha viralizou. Sou grato a eles", comemora Moreno em entrevista ao UOL.

No SBT, Moreno viu Silvio Santos de relance, mas na Globo ele conseguiu a chance de ouro, e pode-se dizer que literalmente. Afinal, foi quando apareceu dourado na apresentação de Solange Almeida que Faustão conversou com o dançarino.

"Foi muito louco. Zerei o cartucho. No momento, achei que eu só iria falar 'valeu, Faustão'. Falei como se fosse íntimo dele. Ele deve ter me achado tão abusado que voltou o microfone para mim. Virei o moreno dourado", brinca Moreno, que já tinha trabalhado no Domingão nos quadros Ding Dong e Artista Completão.

Fausto Silva perguntou a Moreno, como especialista em dança, sobre a performance de Solange como Jennifer Lopez. O bailarino elogiou a cantora enquanto ela bebia um copo de água para se recuperar da apresentação. Os bailarinos do Show dos Famosos só ensaiam com os artistas na véspera do programa.

Para Moreno, o mais difícil foi tirar do corpo o pó dourado que mudou a cor de sua pele: "Foram horas pintando. Também fiz no sábado e logo depois tive que gravar outro programa. Para tirar aquele dourado do corpo, tomei banho e esfreguei muito. Muito! Sujei o banheiro da Globo!".

Da dança às pegadinhas

Nascido no Paraná e criado em Cubatão (na Baixada Santista), o ator de pegadinhas começou na arte como dançarino, inspirado por um tio que integrava o balé de Mara Maravilha. Moreno já trabalhou com informática e em parque de diversões, onde foi descoberto por um diretor do SBT e convencido a gravar Câmeras Escondidas.

"Tremi na base, porque na primeira gravação um cara que gravava pegadinhas olhou na minha cara e falou: 'Você sabe que o Celso Portiolli foi descoberto em uma pegadinha, né?'. Eu travei, fiquei inseguro", relembra o ator, que já fez musicais e sonha trabalhar em novelas.

Moreno já dançou com Ivete Sangalo, Claudia Leitte e Rouge. Na TV, fez Legendários e Programa da Sabrina, na Record, e Esse Artista Sou Eu, precursor do Show dos Famosos, no SBT. Ele recorda com carinho o quadro Dança, Gatinho, de O Melhor do Brasil. Para ele, Faro desmistificou a imagem do homem que dança na televisão.

"Nunca fui um bailarino muito técnico, porque vim de uma fase de preconceitos em que os homens não dançavam. Com Faro, começou a ter mais bailarinos na TV. Todos os programas da Record começaram a colocar homens dançando. O Faro deu esse impulso. Até então, era mulher bonita que atraía audiência", analisa.