Topo

TV e Famosos


Machismo no país tenta abafar mulher fogosa aos 50, diz Claudia Raia

Cláudia Raia sensualiza em Verão 90 e ganha elogios na web -
Cláudia Raia sensualiza em Verão 90 e ganha elogios na web

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

27/06/2019 04h00

Lidiane, a ex-atriz de pornochanchada interpretada por Claudia Raia em Verão 90 tem rendido muitos elogios à atriz de 52 anos pela boa forma em cenas ousadas na cama com Quinzão (Alexandre Borges).

Apesar do tom de humor do casal, Claudia considera positiva a sensualidade de sua personagem na novela.

"É legal também ver uma mulher de 50 e poucos anos com esse fogo, com essa vontade de viver. Na verdade, isso tudo é real, as mulheres têm isso dentro dela, elas são abafadas por um formato de 'Ai, você passou dos 40, você é velha'. Não existe isso", afirma.

"O mundo inteiro fala de outra coisa e o Brasil continua machistamente tentando abafar essa mulher como se ela não existisse. A gente tem que reagir a isso", contou a atriz nos bastidores de gravação da novela das sete.

Raia recebeu muitos elogios ao aparecer com um bumbum de fora em cena recente em que estava fantasiada de pantera com um maiô fio-dental.

"É personagem, então as pessoas falam nas minhas redes, elogiam muito, gostam e acham graça porque só dá pra fazer aquilo no horário das sete porque é comédia, né?".

"A personagem tem essa relação com o corpo, não adianta a gente querer fazer tudo escondida porque não dá certo. Essa é a origem dela, o resultado ficou legal. É televisão, é tudo muito corrido, a gente não tem luz certa, em foto a gente pode rebuscar mais, mas achei bacana", completa.

Outro tema que a atriz considera importante e foi abordado na novela foi o relacionamento de Lidiane com um homem mais jovem.

"A relação dela com o Patrick (Klebber Toledo) é uma coisa boa de falar neste momento. Que uma mulher mais madura pode estar com um rapaz mais jovem e é amor de verdade, não é outra coisa, não tem outro tipo de interesse".

Bem diferente de sua personagem que sufoca e não sai da cola da sua filha Manu (Isabelle Drummond), a atriz diz não ser uma mãe controladora como Lidiane.

"Deus me livre! Acho ela uma mãe muito estranha, na verdade, ela controla demais a vida da filha, que é uma adulta. Ela não consegue viver sem a filha, ela tem a síndrome do ninho vazio", diz ela, mãe de Enzo e Sophia, frutos do seu casamento com Edson Celulari.

"Não estou perto disso, tenho um filho de 22 anos, uma filha de 16. Fácil não é. Meus filhos têm a vida deles, eu interfiro, lógico, quando vejo que tem um caminho errado. Mas ela invade a casa da filha, manda fazer uma obra que não acaba nunca...", compara.

Claudia aprendeu a ser independente bem cedo. Aos 13 anos saiu de casa para estudar em Nova York no American Ballet Theater e garante entender quando sua filha tomar a mesma decisão.

"Eu saí de casa com 13 anos. A Sophia tem 16. Quando ela fez 13 eu pensei, 'será que ela vai fazer igual a mim de ir embora?'. Ela não foi, mas ela quer ir . Se quisesse ir na mesma idade que eu, eu ia tentar segurar e fazer o que minha mãe fez. Ela viu que pariu uma pessoa doida e que queria voar e que se ela não abrisse a portinha da gaiola, eu ia arrebentar.", conta ela, que apoiaria a filha.

"Tentaria entender, daria recursos pra ela, que minha mãe não tinha na época. Mas eu deixaria ela ir porque foi uma oportunidade muito importante pra mim".

A atriz entre os jurados do Show dos Famosos - Reprodução
A atriz entre os jurados do Show dos Famosos
Imagem: Reprodução
Jurada do "Domingão"

Até julho, Claudia permanece no ar de domingo a domingo em Verão 90 e como jurada do Show dos Famosos no Domingão do Faustão.

"O quadro do Faustão vai ao ar até dia 15 de julho, sai do ar antes da novela, é um momento muito bacana. Adoro fazer o Show dos Famosos. Acho que a gente criou ali uma cumplicidade, uma união".

Apesar da desenvoltura no programa ao lado de Boninho e Miguel Falabella, Raia considera sua função complicada.

"É muito delicado, é uma posição difícil, principalmente quando você está julgando pessoas com carreiras consolidadas, que estão ali se expondo num momento até frágil. É difícil julgar"

"Na verdade a gente está ali para encorajar essas pessoas pra dar ferramentas para elas continuarem se arriscando, mas eu adoro fazer", conclui.

Mais TV e Famosos