Topo

Famosos


Ex-diplomata acusado de agredir atriz é condenado a 3 anos no semiaberto

A atriz Cristiane Machado filmou as agressões que sofreu do diplomata Sergio Schiller Thompson--Flores - Reprodução
A atriz Cristiane Machado filmou as agressões que sofreu do diplomata Sergio Schiller Thompson--Flores Imagem: Reprodução

Gilvan Marques

Do UOL, em São Paulo

16/09/2019 19h13

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro condenou o empresário e ex-diplomata Sérgio Schiller Thompson-Flores a três anos de prisão no regime semiaberto. Ele é acusado de ter agredido a ex-mulher, a atriz Cristiane Machado. A defesa informou que irá recorrer da sentença.

Ao UOL, o advogado André Perecmanis, que defende o ex-diplomata no caso, confirmou a informação. "Procede, sim. A juíza afastou a lesão grave que Cristiane dizia ter sofrido e reconheceu a lesão leve. Mas, ainda assim, entendemos que a sentença merece ser recorrida. Então vamos recorrer, sim."

Em nota, Cristiane Machado comemorou dizendo que "foi uma luta muito árdua e dolorosa em que sobrevivi".

"Lutei quando era estrangulada para viver até agora. Vi a minha vida ir quase embora. Saio vitoriosa e forte do pior momento de minha vida", completou.

O caso de Cristiane Machado ficou nacionalmente conhecido quando ela decidiu filmar as ações do marido com câmeras escondidas instaladas no quarto. As imagens então foram divulgadas pelo programa "Fantástico", da TV Globo, com ampla repercussão.

Thompson-Flores chegou a ser preso, mas responde a quatro processos criminais que foram movidos por ela em liberdade.

"Fui vítima de golpe"

Ao jornalista Roberto Cabrini, em julho, Thompson-Flores negou ter agredido a ex-mulher e se diz inocente e injustiçado.

"Eu admito que ao tentar contê-la desesperado, equivocadamente porque eu tinha que ter ido embora, tive que usar a força para afastá-la de mim", disse ele. "Desse golpe, sem dúvida nenhuma [eu considero uma vítima]", completou.

Questionado sobre "que golpe", o ex-diplomata especificou. "O golpe de uma mulher que armou durante meses uma pressão psicológica e agressões físicas até conseguir captar de 5 meses de gravações, 2 minutos e meio das minhas reações, com isso provocar um processo penal contra mim e usar desse processo penal para entrar com ações. Eu acho que ela conseguiu vender pra muita gente imagens de um homem agressor", pontuou.

"Ele era um lorde"

A atriz Cristiane Machado, que fez novelas na Globo e chegou a servir de inspiração para uma arte da abertura da novela "Passione" (2010), denunciou a violência que afirma ter sofrido do ex-marido por dois anos, em novembro de 2018.

"A violência acontece com quem você chama de príncipe encantado, e sua vida desmorona com agressões até chegar esse momento que ele quase me matou. Ainda estou entendendo o que está acontecendo", afirmou ela, na ocasião.

"Ele era um lorde inglês, um príncipe. A briga começou por uma causa banal, ele chegou subindo as escadas, dizendo 'não quero falar agora, não sou obrigado, não se mete na minha vida'. Falei: 'não é assim, sou sua esposa, você tem que me tratar com respeito. Aí deu um tapa no meu rosto, enfrentei. Ele pegava no meu braço com força, me sacudia, 'você vai fazer o que eu mando'", relatou.

Errata: o texto foi atualizado
Na legenda da imagem, estava escrito que a agressões foram sofridas pelo ex-diplomata. O correto é dizer que ele cometeu as agresões. A informação foi corrigida.