Topo

Novela

Amor de Mãe


Atrizes de Amor de Mãe relatam perrengues da carreira: "Batalha eterna"

Camila Márdila e Clarissa Pinheiro estão no elenco de Amor de Mãe - Estevam Avellar/Globo e Reprodução/Instagram
Camila Márdila e Clarissa Pinheiro estão no elenco de Amor de Mãe Imagem: Estevam Avellar/Globo e Reprodução/Instagram

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

01/12/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Camila Márdila e Clarissa Pinheiro são estreantes em novela
  • Elas estão no elenco de Amor de Mãe e falaram sobre a instabilidade na profissão
  • Camila ganhou prêmios por Que Horas Ela Volta?, mas enfrentou dificuldades antes da estreia
  • Para Clarissa Pinheiro, viver da profissão é uma "batalha eterna"

Estreantes em novela, Camila Márdila e Clarissa Pinheiro estão no elenco de Amor de Mãe, da Globo. As duas atrizes, que atuaram na série Justiça, também escrita por Manuela Dias, comemoram por estar no ar no horário nobre, mas ressalvam que a profissão está longe de ser puro glamour, como muitos imaginam.

Enquanto um seleto grupo tem contrato fixo com a Globo, a maioria é contratada por obra —por um lado, isso possibilita que eles atuem em outros projetos, mas, por outro, não garante estabilidade na carreira e um "horizonte" para pagar as contas.

Camila, 31, se destacou no filme Que Horas Ela Volta?, como Jéssica, filha de Val (Regina Casé), ganhou dois prêmios pela atuação, mas passou perrengue antes do longa estrear nos cinemas.

"O filme foi gravado em 2014 e lançado em 2015, até ele acontecer de fato ficou uma lacuna que eu fiquei bem desempregada. E aí, quando o filme foi lançado num festival nos Estados Unidos, aconteceu de darem o prêmio especial do júri para mim e para a Regina [Casé], numa premiação que tinha filmes com a Nicole Kidman e mais atores consagrados. Isso virou uma comoção, principalmente em Brasília, porque foi uma notícia de uma hora para outra", lembra.

O prêmio pegou Camila e Casé de surpresa. "Fui pra lá porque o meu irmão maravilhoso bancou a passagem para mim. Teve essa comoção toda, mas ainda o cinema não tem um reconhecimento tão amplo como a televisão. Tem o internamente, porque a partir daí os trabalhos foram pipocando", lembra.

A partir daí, ela foi convidada para fazer as séries Justiça (2016), Treze Dias Longe do Sol (2018) e Onde Nascem os Fortes (2018). A demora para estrear em uma novela não era algo que causava ansiedade na atriz, nascida e criada em Brasília.

"Vivia numa cidade que a vida cultural é um pouco estancada, hoje em dia é outra coisa, mas quando eu era mais nova era um tanto parada, não tinha contatos, a gente não tinha condições de ficar viajando para outra cidade, tentar fazer testes. Fazia muito teste para publicidade em Brasília e eu era negada em todos os testes. Era uma coisa difícil, que deixava a minha mãe muito triste e sem conseguir entender. Ela dizia: 'Por que você leva tanto não na cara com essa idade e fala: 'Está tudo bem, vou seguir?'. Eu ficava super mal, mas eu entendia que em algum lugar meu trabalho seria valorizado quando fosse a hora."

Em Amor de Mãe, Camila interpreta Amanda, secretária de Álvaro (Irandhir Santos) na fabricante de plástico PWA, termina seu namoro com Danilo (Chay Suede) e se envolverá com o biólogo e ativista Davi (Vladimir Brichta).

A televisão é quando você tem a oportunidade de pensar que você consegue pagar suas contas direitinho por uns meses.

Camila Márdila, atriz

A atriz pernambucana Clarissa Pinheiro, 36, interpreta Penha, empregada de Lídia (Malu Galli), e vai sofrer um bocado com a patroa. "Ela é muito esculachada pela patroa, segura uma onda no trabalho. Tem um trato diferente e interessante pra gente discutir sobre a relação patrão e empregado".

Ela ficou mais conhecida após sua participação no filme Casa Grande (2014) e atuou na TV em Justiça (2016) e Onde Nascem os Fortes (2018). Clarissa admite que não é fácil manter a estabilidade na profissão.

"Fácil não é, é uma batalha eterna. A gente tem que estar sempre se reciclando, buscando outros projetos, quando não há um projeto, tem que tentar se produzir em algum. Estava recentemente em cartaz com uma peça. É mantendo-se na luta porque não é sempre que a gente tem uma oportunidade de pegar uma novela, uma série, um projeto longo, que você consiga estar trabalhando nele, sem se preocupar tanto em quando virá o próximo trabalho", conta.

"Vida de ator é essa instabilidade, essas incertezas, mas é também uma beleza", completa.

Amor de Mãe