PUBLICIDADE
Topo

Televisão


"Cada um colhe o que planta", diz aluno que processou Aguinaldo Silva

Silvio Cerceau posa ao lado de Aguinaldo Silva - Imagem/Arquivo pessoal
Silvio Cerceau posa ao lado de Aguinaldo Silva Imagem: Imagem/Arquivo pessoal

Do UOL, em São Paulo

02/01/2020 18h03

O escritor Silvio Cerceau comentou hoje no Instagram a decisão da Rede Globo de não renovar o contrato com o autor de novelas Aguinaldo Silva.

Ele escreveu em uma publicação na rede social "rindo horrores", mas não entrou em maiores detalhes.

Pouco depois, ele apagou a postagem e a substituiu por outra que diz "cada um colhe o que planta".

Em 2018, Cerceau moveu um processo contra o autor e a emissora reivindicando a coautoria da novela O Sétimo Guardião.

Quando a novela ainda estava no ar, Cerceau fazia comentários sobre qual deveria ser o andamento da trama , segundo a história escrita por ele.

O escritor afirma que o plot foi desenvolvido durante uma aula dada por Aguinaldo Silva em 2015.

Outros seis alunos também entraram na Justiça pedindo remuneração e reconhecimento autoral pela história.

Televisão