PUBLICIDADE
Topo

Aline Riscado fala sobre ser mãe famosa, física, fake news e coronavírus

Aline Riscado faz autodrenagem, no isolamento social - Reprodução/Instagram
Aline Riscado faz autodrenagem, no isolamento social Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

03/04/2020 11h22

A modelo, atriz e dançarina Aline Riscado deu uma longa entrevista à revista Glamour, onde abordou os principais temas de sua vida. A ex-bailarina do Domingão do Faustão foi de temas como maternidade e solteirice ao coronavírus, passando pelo seu amor por cristais e seu interesse por física quântica, chegando às fake news que a ligaram romanticamente a um jogador de futebol.

No momento, Aline está como boa parte da população: isolada, com o filho, aguardando o surto da covid-19 desacelerar. Isto, é claro, afetou seu trabalho e até suas férias.

"Tô em casa, eu tô na quarentena. Tô saindo de casa só para comprar comida ou ir na farmácia, quando necessário e com todos os cuidados possíveis. Luva, álcool em gel quando tenho, quando não tenho lavo as mãos com sabonete quando eu chego. Tô tomando todos os cuidados, principalmente, porque eu tenho uma criança em casa. Tenho que cuidar por mim e do meu filho", disse ela. "Assim como todo mundo, eu cancelei tudo que eu tinha durante esse período. Eu tinha quatro viagens para fazer, que seriam as minhas férias pós-Carnaval. Eu ia para quatro países diferentes. Todas essas viagens foram canceladas mesmo. Apesar de tudo isso, eu tenho certeza que esse vírus chegou para mudar muita coisa dentro do coração e da cabeça de cada um de nós."

Sobre as notícias falsas que circulam, disse que não se deixa afetar. "Eu já me incomodei muito com fake news. Hoje em dia, eu só fico sabendo porque alguém me marcou no Twitter, alguém me diz ou alguém da minha família me perguntar. Mas isso zero me incomoda. Hoje em dia, cara, a vida é o que a gente é faz dela. (...)Eu sei qual é a minha verdade, a minha verdade é muito linda e nada pode abalar."

Mãe famosa = mãe não famosa

Questionada sobre como é ser mãe, famosa, de uma criança de nove anos, Aline deu sua opinião: "Ser uma mãe famosa é a mesma coisa que ser mãe não famosa. A gente tem que se dedicar da mesma forma para criar nosso filho e passar os nossos ensinamentos da melhor maneira possível. Meu filho, eu entrei para o balé do Faustão ele tinha seis meses, então, ele praticamente já nasceu tendo uma mãe com a vida corrida, né, com a vida de um artista. Eu acho que a maior dificuldade de eu ser artista, famosa, que seja, é o fato de eu viajar muito, de trabalhar muito, ter uma vida muito corrida que me impede de ficar às vezes mais tempo com meu filho. Mas olhando pelo lado bom, é uma Independência emocional também que está sendo trabalhada nele. E que vai contar muitos pontos lá na frente, quando ele ficar adulto."

Ela também falou sobre sua paixão por cristais, após ter sido flagrada na praia levando as pedras.

"Eu amo tudo que, de certa forma, acredito que pode elevar a minha frequência energética, a frequência energética do lugar, da minha casa. Minha casa é cheia de pedras, de cristais, porque eu acredito que eles façam muito bem para minha casa, para mim e para minha família. Eu amo estudar física quântica, sobre as leis do universo, das energias, sobre astrologia. Eu gosto de tudo que é místico. Acredito muito na força das pedras, na força da natureza e na força da terra, que é de onde as pedras vêm."

Solteirice e carreira de atriz

Aline se vê no maior período de solteirice da vida, mas não é um incômodo à hoje atriz. "Está sendo a melhor fase da minha vida, não por estar solteira, até porque se aparecesse uma pessoa hoje, que me fizesse bater o coração forte, eu sentisse uma ligação muito forte ao ponto de amar aquela pessoa, eu me entregaria completamente no relacionamento. Eu não tenho medo de me relacionar. É que realmente não apareceu essa pessoa. Mas no dia que a pessoa aparecer eu me entregarei e usarei tudo o que eu aprendi na minha fase solteira dentro do relacionamento."

Depois da fama como bailarina, a aposta na carreira de atriz veio com empurrõezinhos do ex-namorado, Felipe Roque, que a recomendou para uma peça de teatro, e do diretor Clóvis Mello.

"Costumo falar que eu não me limito na arte, eu sou uma artista. Eu gosto de me arriscar em todas as vertentes dela. Eu descobri esse amor por atuar, que é uma coisa que eu quero continuar. Mas uma outra coisa que eu amo que onde eu estou investindo muito esse ano é como apresentadora, a comunicação, ser eu mesma", explicou Aline, que diz que tudo começou quando aprendeu a lidar com as câmeras, no Faustão. " Eu tenho muito orgulho, aprendi muito. (...) Quando eu estava lá já três anos e meio, já tinha feito dois Dança dos Famosos e me realizado profissionalmente lá dentro, tomei a decisão de pedir para sair no meu auge."

Ela disse que nunca sentiu preconceito ao evoluir sua carreira na direção da atuação. "Eu nunca senti na pele esse preconceito nos trabalhos que eu fiz, porque eu sou uma pessoa muito profissional e, em todos os trabalhos de atriz que eu fiz até hoje, eu cheguei muito estudada, com muita vontade de fazer bem feito. E, graças a Deus, todos eles eu fiz bem feito. Ao ponto de receber elogios e até mesmo elogios do tipo: você me surpreendeu."

Famosos