PUBLICIDADE
Topo

Thelma: 'BBB' levantou mais bandeira contra machismo do que contra racismo

Thelma Assis no "BBB 20" - Reprodução/TV Globo
Thelma Assis no 'BBB 20' Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

24/05/2020 10h36

Thelma Assis, vencedora do "BBB 20", refletiu em entrevista ao jornal O Globo sobre as bandeiras anti-preconceito levantadas durante o programa. Ela considerou que a questão do racismo foi menos abordada do que o machismo, mas comemorou ter sido "eleita como representante de um 'basta' para qualquer tipo de discriminação".

Eu e o Babu [Santana] tentamos pontuar várias vezes histórias da nossa vida, da nossa realidade, e mostrar para eles, em situações e em frases, que não era legal falar, tipo 'ovelha negra', 'denegrir'. Alguns termos que, às vezes, a pessoa não fala com a intenção, mas que é importante pontuar porque é uma coisa enraizada.

Se a gente não pontua, a pessoa não tem como saber. Foram essas situações que chegaram para mim lá dentro e que, sempre que tive a oportunidade, eu pontuei. Mas aqui fora isso tomou uma proporção diferente, e não tem como não legitimar a dor de quem acabou considerando racistas algumas atitudes lá dentro"

Thelma disse que conseguiu ter uma noção melhor desses sentimentos do público após o fim da edição do reality, ouvindo histórias contadas pelas pessoas que deixou cuidando de suas redes sociais.

"Num primeiro momento, [por exemplo], não enxerguei que o Babu de uma certa forma estava sendo segregado por conta de racismo. Eu imaginei que fossem questões do jogo, das pessoas não se identificarem com ele por outros motivos. Não tinha enxergado isso dessa forma", contou.

Isolamento pelo coronavírus

Fora da casa, Thelma encontrou um mundo modificado pela pandemia do novo coronavírus. Ela, que é médica anestesista, explicou que não conseguiu retornar a campo imediatamente, como gostaria.

Entrei em contato com meus colegas de profissão e eles me disseram que a mudança aconteceu na minha especialidade também, como anestesista. Foram estabelecidos novos protocolos dentro dos hospitais, novas logísticas para atender esses pacientes. É um processo de readaptação que ainda estou passando, então busquei novas formas de ajudar"

A vencedora do "BBB" disse que quer usar "seus espaços de fala para orientar as pessoas sobre a importância do isolamento social e esclarecer dúvidas". Ela frisou ainda a importância da saúde mental durante o período de quarentena.

Futuro pós-pandemia

Antes de qualquer coisa, Thelma quer festejar muito quando as medidas de isolamento social forem relaxadas. Sua maior saudade dos meses no "BBB" é justamente das festas.

Eu sempre gostei muito de festa. Sempre valorizei muito, mas quando colocaram para nós [no programa] a situação de isolamento social aqui fora, eu cheguei a comentar: 'vamos aproveitar, porque nós estamos tendo aqui a oportunidade de um convívio social que as pessoas não estão tendo lá fora'"

Pensando no futuro, no entanto, a vencedora do "BBB 20" que levantar bandeiras de ativismo e pensa até em fazer palestras.

Quero incentivar essas meninas que se identificaram comigo, o público LGBTQIA+, que se identificou comigo, porque existe uma empatia muito grande nessas causas, nessas lutas por respeito. Quero ajudar da melhor forma possível"

Especial BBB20