PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Rapper 6ix9ine é processado por abuso sexual infantil

Tekashi 6ix9ine está sendo processado por vídeos explícitos de menina de 13 anos, gravados em 2015 - Instagram
Tekashi 6ix9ine está sendo processado por vídeos explícitos de menina de 13 anos, gravados em 2015 Imagem: Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

21/10/2020 09h36Atualizada em 21/10/2020 09h40

Daniel Hernandez, conhecido como o rapper Tekashi 6ix9ine, está sendo processado pela divulgação de vídeos íntimos de uma garota de 13 anos. Segundo os documentos obtidos pelo portal Daily Mail, a vítima entrou com o processo anonimamente na Corte dos Estados Unidos sob o nome de Jane Doe, um pseudônimo coletivo no país.

Ela afirma que 6ix9ine e um de seus amigos, Tauquan "Tay Milly" Anderson, a levaram para uma festa em 21 de fevereiro em 2015 onde, depois que ela já estava sob o efeito de drogas e álcool, fizeram vídeos dela nua e em atos obscenos, publicados posteriormente nas redes sociais.

O rapper, que hoje tem 24 anos, já está em liberdade condicional desde outubro de 2018 depois de admitir que havia gravado o vídeo com a menina em situações explícitas.

Nos documentos para a Justiça americana, Jane Doe afirmou que era incapaz de consentir as relações com 6ix9ine e Tay Milly pois estava sob o efeito de drogas e álcool, e que apesar disso eles produziram três vídeos com material sexual.

Em um deles, a menina é obrigada a praticar sexo oral em Tay Milly enquanto o rapper faz insinuações de uma pose sexual, empurrando a pélvis contra os glúteos da pré-adolescente.

Em outro, Doe está sentada no colo de 6ix9ine usando apenas roupas íntimas. No terceiro, ela afirmou que estava nua no colo dos dois maiores de idade enquanto era acariciada sem consentimento por Milly.

Ao site TMZ, o advogado de 6ix9ine, Lance Lazzaro, afirmou que o rapper irá "se defender do processo vigorosamente" uma vez que ele seja acatado. Ele também destacou que os eventos aconteceram há cinco anos.

Famosos