PUBLICIDADE
Topo

Jornalista da Globo se emociona ao mostrar seu herói negro: 'Meu pai'

Do UOL, em São Paulo

20/11/2020 13h30Atualizada em 20/11/2020 15h37

O jornalista Pedro Lins, apresentador da edição do "NE1", da Globo, no horário do almoço, se emocionou e emocionou o público ao fazer uma homenagem no Dia da Consciência Negra.

Durante o telejornal, o âncora, que é negro, fez um discurso destacando a importância das pessoas reconhecerem sua cor e ter referências para se orgulharem.

"A gente reforça o quanto é importante ter orgulho da sua cor, da sua origem. E vamos fazer uma sexta-feira de homenagens aqui. Quem é a pessoa que você admira?", disse.

Pedro pediu licença aos telespectadores e mostrou a pessoa mais importante para ele: o pai.

"Esse é meu pai, Pedro Lins de Souza. Ele não teve as mesmas condições que eu tive. Não pôde estudar porque tinha que trabalhar", contou ele, já emocionado.

O jornalista não escondeu a voz embargada ao continuar descrevendo as qualidades do pai.

"Mas batalhou a vida toda para que todos os 11 filhos tivessem uma vida melhor que a dele", concluiu.

Em outro momento, ele fez um discurso mais forte cobrando reflexões da sociedade.

"Hoje é mais um dia para reforçar a luta que é diária. A luta por oportunidade, igualdade, dignidade. E dizer que o racismo não existe é fugir de uma responsabilidade que todos nós temos", afirmou.

Pedro também deve ser motivo de orgulho para o pai e a família.

Com o costume de declamar poesias ao vivo, o apresentador deixou o comando do "Bom Dia Pernambuco" em setembro para assumir o telejornal da hora do almoço.

"O desafio é novo, mas Deus está no controle, sempre", escreveu ele ao assumir o novo desafio.