PUBLICIDADE
Topo

Televisão

Repórter da Globo se emociona ao vivo com homenagem em Taguaí (SP)

Esdras Pereira trazia informações direto de Taguaí, cidade em que houve o acidente - Reprodução/TV Globo
Esdras Pereira trazia informações direto de Taguaí, cidade em que houve o acidente Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

30/11/2020 08h37Atualizada em 30/11/2020 08h40

O repórter Esdras Pereira se emocionou ao vivo ao mostrar um culto ecumênico feito para as vítimas do acidente de Taguaí, no interior de São Paulo. O acidente aconteceu na última quarta-feira (25) na rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho, entre Taguaí e Taquarituba, na região de Avaré.

O jornalista participava do "Bom Dia São Paulo", trazendo a informação de que a 42ª vítima morreu em um pronto-socorro de Avaré em razão de uma morte encefálica.

Ele falava ao vivo do culto feito em frente a empresa têxtil que os funcionários que estavam no ônibus iriam.

"Clima difícil aqui. A gente está vivendo dias de muita dificuldade nesta cobertura e...", disse Esdras, já com a voz embargada.

O repórter seguiu seu destaque dizendo que estar na pequena cidade faz com que os profissionais da imprensa acabem se emocionando.

"É difícil, viu", concluiu.

Rodrigo Bocardi começou a falar do estúdio do telejornal em São Paulo, enquanto era possível ouvir o choro do repórter.

"A gente sabe o quanto não é fácil para as pessoas. Desejamos força para todo mundo superar esse momento. Em momentos assim as emoções acabam se intensificando. É a frente da empresa, as pessoas estariam chegando aí hoje", disse o âncora.

Ele agradeceu a participação do repórter e cobrou que seja feita "justiça" para que as famílias possam ser consoladas.

Televisão