PUBLICIDADE
Topo

Novela

Chiquititas


Chiquititas hoje: Ernestina deixa o orfanato

Ernestina (Carla Fioroni) em cena de Chiquititas (Reprodução / SBT) - Reprodução / Internet
Ernestina (Carla Fioroni) em cena de Chiquititas (Reprodução / SBT) Imagem: Reprodução / Internet

Colaboração para o UOL

02/12/2020 01h01

O capítulo de hoje de Chiquititas, novela do SBT escrita por Iris Abravanel, tem como destaque despedida de Ernestina, e vai ao ar às 20h50.

Leia abaixo o resumo de hoje:

No quarto, as crianças sentem falta das broncas de Ernestina e estranham o sumiço da zeladora. Na sala, com uma mala na mão, Ernestina se despede do local e afirma para si mesma que não conseguirá viver no orfanato sendo rejeitada por Chico e sem o amor das crianças. No quarto, as chiquititas confessam a Mili que estão sentindo falta das histórias da pequenina. A órfã diz que não está inspirada e que outro dia contará uma nova história. No dia seguinte, Carol e Dani chegam à casa de D. Nina. No orfanato, as órfãs acordam e estranham que Ernestina não tenha aparecido. Na casa de Verônica e Edgar, Bia e Binho escutam uma conversa estranha do casal. Os dois aparecem na sala e comunica aos pequeninos que decidiram em não adotá-los. Aliviados, Bia e Binho confessam que não se divertiram e que não gostaram dos dois. De volta para o orfanato, os pequeninos contam tudo o que passaram na casa do casal. Na diretoria, Cintia se irrita pelos órfãos terem voltado. A diretora encontra uma carta de Ernestina em sua mesa e descobre que a zeladora foi embora do lugar. Cintia fica feliz ao terminar de ler a mensagem e rasga o papel. José Ricardo confessa a Maria Cecília que está feliz em ter a funcionária de volta à empresa. Na loja, Érica se aproxima de Beto e lembra o rapaz da festa. O entregador fica em dúvida se realmente deve aceitar o convite. No mesmo momento, Junior questiona Beto sobre o paradeiro de Carol e o rapaz não segue os conselhos da irmã e comunica ao chefe onde sua irmã está.

Na sala, Cintia comunica aos órfãos e a Chico que Ernestina foi embora do orfanato. Surpresos com a notícia, o funcionário e os órfãos questionam a diretora. Cintia mente e diz que a moça não estava feliz e que teve uma proposta melhor de trabalho. Carol conta para D. Nina sobre tudo o que aconteceu e as coisas que a levaram de volta para a casa da avó. Junior cancela todas as suas reuniões para ir ao encontro de Carol. José Ricardo questiona o filho e percebe que ele está agitado. O empresário diz ao filho que tem um bom advogado que pode ajudar no caso da adoção de Dani. José Ricardo fica preocupado e pensa na possibilidade de Carol falar ao filho sobre a conversa que ele teve com a nora. Na cozinha, Chico fica triste com a notícia de Ernestina e Mosca tenta consolar o cozinheiro. Eduarda confessa a Maria Cecília que falou com Tomás Ferraz para que ela voltasse a trabalhar no Café Boutique. A moça fica surpresa com a notícia. Junior chega à casa de D. Nina e surpreende Carolina. Na casa de D. Nina, Junior fica aliviado em encontrar Carol e a moça apresenta sua avó ao noivo. No Café Boutique, Tobias fala para Beto que com a volta de Maria Cecília ele não irá sair da empresa. O barista confessa que seu maior sonho é casar com a moça e formar uma família. Clarita escuta uma conversa entre Erica e Beto, a nova funcionária fala para a namorada do rapaz sobre o convite que ela fez ao entregador. A garota fica chateada com toda a situação.

No orfanato, apesar de estarem tristes com a partida de Ernestina, as crianças aproveitam para quebrar todas as regras do local. Junior fala a Carol da importância de eles voltarem para resolver a situação, mas D. Nina pede para que eles passem a noite e o rapaz aceita. Sozinhos, Carol decide contar ao noivo sobre a conversa que teve com seu pai, mas são surpreendidos pela policia. O oficial comunica que irá levar Dani para o juizado. No mesmo momento, José Ricardo liga para Carol e, ironicamente, diz que ele foi o responsável por ter comunicado a policia. O empresário a ameaça novamente e a moça fica sem saber o que fazer. No orfanato, as crianças começam uma guerra de pipoca e bagunçam todo o lugar. No dia seguinte, Carol se preocupa e pensa uma maneira de conseguir ter Dani de volta. Junior tenta consolar a amada, ele avisa a moça que seu pai conseguiu um advogado. Revoltada, Carol diz ao rapaz que não quer a ajuda de José Ricardo e briga com Junior. No Café Boutique, Maria Cecília chega ao trabalho e vai ao encontro de Tobias. A supervisora questiona o barista como ele conseguiu convencer Armando a chamá-la de volta. Orgulhoso, Tobias conta que enfrentou o rapaz, mas Maria Cecília não acredita nele. No orfanato, as crianças limpam a casa para ajudar Chico nas tarefas. No pátio, Bia conta para Ana que Binho ainda chupa o dedo para dormir, mas pede para a garota guardar segredo. Ana não aguenta e conta para Tati. Na diretoria, Cintia faz entrevista com novas candidatas a zeladora.


Inocêncio ajuda Mili e Duda a fugirem dos bandidos

Mili e Duda descobrem que estão numa cidade do interior longe da capital de São Paulo. Os dois pedem carona no meio da estrada e um homem chamado Inocêncio da Sanfona (Luiz Carlos Bahia) diz que irá dar carona para eles e que assim eles podem aproveitar para ver um de seus shows. Pata pergunta se Ernestina, que na verdade é Matilde, está lhe seguindo o tempo todo. Inocêncio, Mili e Duda chegam ao bar. Os dois aproveitam para comer. Eduarda reclama para Shirley sobre a presença de seu ex, Oscar. É noticiado na TV que dois jovens estavam envolvidos num grande assalto de uma casa. É divulgado um retrato falado das crianças que foram vistas entrando no caminhão. Trata-se do retrato falado de Duda e Mili, que na verdade entraram apenas por acidente no caminhão. Todos no bar olham de maneira estranha para os dois após a reportagem. Inocêncio não deixa que chamem a polícia e diz que os dois estavam com ele no dia do assalto. O homem se apresenta no bar com o auxílio de Duda e Mili que tocam instrumentos. Cintia ameaça novamente Pata e diz que ela não deve contar nada para ninguém. Maria que estava escondida debaixo de um banco escuta tudo. Os dois bandidos entram no bar e avistam Mili e Duda no palco. Mili fica desesperada e junto com Duda foge. Mosca e os meninos decidem falar com Paçoca para saber se ele sabe algo sobre Duda e Mili. Paçoca diz que não sabe nada. Inocêncio ajuda mais uma vez Mili e Duda, dessa vez a fugir dos bandidos. Shirley conversa com Oscar (Beto Nasci) sobre sua comunidade. Ela diz que na zona norte possui ótimas festas de samba e que ele está convidado. Eduarda, também convidada, diz que não irá de maneira alguma. Shirley convence Eduarda a ir. Carol diz para Chico que acha que Pata sabe o motivo que levou Mili a fugir, mas que ela talvez não diga por medo de algo. Pata sofre sozinha pelo orfanato com toda a pressão e ameaças feitas por Cintia. Maria entrega um desenho pra Pata em que demonstra saber pelo que ela está passando em relação às maldades de Cintia. Eduarda e seu ex-marido chegam ao samba com Shirley Santana. Eduarda estranha o volume do som e o fato de ninguém estar arrumada como ela. Inocêncio (Luiz Carlos Bahia) leva Mili e Duda para um pequeno hotel e enquanto toma banho tranca os dois na sala para que não fujam. Mili e Duda ficam assustados e pensam numa maneira de conseguir sair do lugar. Mais tarde, Inocêncio está dormindo e Mili tenta pegar a chave no bolso dele, porém o homem acorda e segura o braço dela. Oscar e Eduarda conversam. Eduarda se sente mais à vontade e cai no samba. Inocêncio diz que Duda e Mili não são agradecidos, pois ele salvou os dois dos criminosos.

Inocêncio ajuda Mili e Duda a fugirem dos bandidos

Mili e Duda descobrem que estão numa cidade do interior longe da capital de São Paulo. Os dois pedem carona no meio da estrada e um homem chamado Inocêncio da Sanfona (Luiz Carlos Bahia) diz que irá dar carona para eles e que assim eles podem aproveitar para ver um de seus shows. Pata pergunta se Ernestina, que na verdade é Matilde, está lhe seguindo o tempo todo. Inocêncio, Mili e Duda chegam ao bar. Os dois aproveitam para comer. Eduarda reclama para Shirley sobre a presença de seu ex, Oscar. É noticiado na TV que dois jovens estavam envolvidos num grande assalto de uma casa. É divulgado um retrato falado das crianças que foram vistas entrando no caminhão. Trata-se do retrato falado de Duda e Mili, que na verdade entraram apenas por acidente no caminhão. Todos no bar olham de maneira estranha para os dois após a reportagem. Inocêncio não deixa que chamem a polícia e diz que os dois estavam com ele no dia do assalto. O homem se apresenta no bar com o auxílio de Duda e Mili que tocam instrumentos. Cintia ameaça novamente Pata e diz que ela não deve contar nada para ninguém. Maria que estava escondida debaixo de um banco escuta tudo. Os dois bandidos entram no bar e avistam Mili e Duda no palco. Mili fica desesperada e junto com Duda foge. Mosca e os meninos decidem falar com Paçoca para saber se ele sabe algo sobre Duda e Mili. Paçoca diz que não sabe nada. Inocêncio ajuda mais uma vez Mili e Duda, dessa vez a fugir dos bandidos. Shirley conversa com Oscar (Beto Nasci) sobre sua comunidade. Ela diz que na zona norte possui ótimas festas de samba e que ele está convidado. Eduarda, também convidada, diz que não irá de maneira alguma. Shirley convence Eduarda a ir. Carol diz para Chico que acha que Pata sabe o motivo que levou Mili a fugir, mas que ela talvez não diga por medo de algo. Pata sofre sozinha pelo orfanato com toda a pressão e ameaças feitas por Cintia. Maria entrega um desenho pra Pata em que demonstra saber pelo que ela está passando em relação às maldades de Cintia. Eduarda e seu ex-marido chegam ao samba com Shirley Santana. Eduarda estranha o volume do som e o fato de ninguém estar arrumada como ela. Inocêncio (Luiz Carlos Bahia) leva Mili e Duda para um pequeno hotel e enquanto toma banho tranca os dois na sala para que não fujam. Mili e Duda ficam assustados e pensam numa maneira de conseguir sair do lugar. Mais tarde, Inocêncio está dormindo e Mili tenta pegar a chave no bolso dele, porém o homem acorda e segura o braço dela. Oscar e Eduarda conversam. Eduarda se sente mais à vontade e cai no samba. Inocêncio diz que Duda e Mili não são agradecidos, pois ele salvou os dois dos criminosos.

Inocêncio ajuda Mili e Duda a fugirem dos bandidos

Mili e Duda descobrem que estão numa cidade do interior longe da capital de São Paulo. Os dois pedem carona no meio da estrada e um homem chamado Inocêncio da Sanfona (Luiz Carlos Bahia) diz que irá dar carona para eles e que assim eles podem aproveitar para ver um de seus shows. Pata pergunta se Ernestina, que na verdade é Matilde, está lhe seguindo o tempo todo. Inocêncio, Mili e Duda chegam ao bar. Os dois aproveitam para comer. Eduarda reclama para Shirley sobre a presença de seu ex, Oscar. É noticiado na TV que dois jovens estavam envolvidos num grande assalto de uma casa. É divulgado um retrato falado das crianças que foram vistas entrando no caminhão. Trata-se do retrato falado de Duda e Mili, que na verdade entraram apenas por acidente no caminhão. Todos no bar olham de maneira estranha para os dois após a reportagem. Inocêncio não deixa que chamem a polícia e diz que os dois estavam com ele no dia do assalto. O homem se apresenta no bar com o auxílio de Duda e Mili que tocam instrumentos. Cintia ameaça novamente Pata e diz que ela não deve contar nada para ninguém. Maria que estava escondida debaixo de um banco escuta tudo. Os dois bandidos entram no bar e avistam Mili e Duda no palco. Mili fica desesperada e junto com Duda foge. Mosca e os meninos decidem falar com Paçoca para saber se ele sabe algo sobre Duda e Mili. Paçoca diz que não sabe nada. Inocêncio ajuda mais uma vez Mili e Duda, dessa vez a fugir dos bandidos. Shirley conversa com Oscar (Beto Nasci) sobre sua comunidade. Ela diz que na zona norte possui ótimas festas de samba e que ele está convidado. Eduarda, também convidada, diz que não irá de maneira alguma. Shirley convence Eduarda a ir. Carol diz para Chico que acha que Pata sabe o motivo que levou Mili a fugir, mas que ela talvez não diga por medo de algo. Pata sofre sozinha pelo orfanato com toda a pressão e ameaças feitas por Cintia. Maria entrega um desenho pra Pata em que demonstra saber pelo que ela está passando em relação às maldades de Cintia. Eduarda e seu ex-marido chegam ao samba com Shirley Santana. Eduarda estranha o volume do som e o fato de ninguém estar arrumada como ela. Inocêncio (Luiz Carlos Bahia) leva Mili e Duda para um pequeno hotel e enquanto toma banho tranca os dois na sala para que não fujam. Mili e Duda ficam assustados e pensam numa maneira de conseguir sair do lugar. Mais tarde, Inocêncio está dormindo e Mili tenta pegar a chave no bolso dele, porém o homem acorda e segura o braço dela. Oscar e Eduarda conversam. Eduarda se sente mais à vontade e cai no samba. Inocêncio diz que Duda e Mili não são agradecidos, pois ele salvou os dois dos criminosos.

Inocêncio ajuda Mili e Duda a fugirem dos bandidos

Mili e Duda descobrem que estão numa cidade do interior longe da capital de São Paulo. Os dois pedem carona no meio da estrada e um homem chamado Inocêncio da Sanfona (Luiz Carlos Bahia) diz que irá dar carona para eles e que assim eles podem aproveitar para ver um de seus shows. Pata pergunta se Ernestina, que na verdade é Matilde, está lhe seguindo o tempo todo. Inocêncio, Mili e Duda chegam ao bar. Os dois aproveitam para comer. Eduarda reclama para Shirley sobre a presença de seu ex, Oscar. É noticiado na TV que dois jovens estavam envolvidos num grande assalto de uma casa. É divulgado um retrato falado das crianças que foram vistas entrando no caminhão. Trata-se do retrato falado de Duda e Mili, que na verdade entraram apenas por acidente no caminhão. Todos no bar olham de maneira estranha para os dois após a reportagem. Inocêncio não deixa que chamem a polícia e diz que os dois estavam com ele no dia do assalto. O homem se apresenta no bar com o auxílio de Duda e Mili que tocam instrumentos. Cintia ameaça novamente Pata e diz que ela não deve contar nada para ninguém. Maria que estava escondida debaixo de um banco escuta tudo. Os dois bandidos entram no bar e avistam Mili e Duda no palco. Mili fica desesperada e junto com Duda foge. Mosca e os meninos decidem falar com Paçoca para saber se ele sabe algo sobre Duda e Mili. Paçoca diz que não sabe nada. Inocêncio ajuda mais uma vez Mili e Duda, dessa vez a fugir dos bandidos. Shirley conversa com Oscar (Beto Nasci) sobre sua comunidade. Ela diz que na zona norte possui ótimas festas de samba e que ele está convidado. Eduarda, também convidada, diz que não irá de maneira alguma. Shirley convence Eduarda a ir. Carol diz para Chico que acha que Pata sabe o motivo que levou Mili a fugir, mas que ela talvez não diga por medo de algo. Pata sofre sozinha pelo orfanato com toda a pressão e ameaças feitas por Cintia. Maria entrega um desenho pra Pata em que demonstra saber pelo que ela está passando em relação às maldades de Cintia. Eduarda e seu ex-marido chegam ao samba com Shirley Santana. Eduarda estranha o volume do som e o fato de ninguém estar arrumada como ela. Inocêncio (Luiz Carlos Bahia) leva Mili e Duda para um pequeno hotel e enquanto toma banho tranca os dois na sala para que não fujam. Mili e Duda ficam assustados e pensam numa maneira de conseguir sair do lugar. Mais tarde, Inocêncio está dormindo e Mili tenta pegar a chave no bolso dele, porém o homem acorda e segura o braço dela. Oscar e Eduarda conversam. Eduarda se sente mais à vontade e cai no samba. Inocêncio diz que Duda e Mili não são agradecidos, pois ele salvou os dois dos criminosos.

Inocêncio ajuda Mili e Duda a fugirem dos bandidos

Mili e Duda descobrem que estão numa cidade do interior longe da capital de São Paulo. Os dois pedem carona no meio da estrada e um homem chamado Inocêncio da Sanfona (Luiz Carlos Bahia) diz que irá dar carona para eles e que assim eles podem aproveitar para ver um de seus shows. Pata pergunta se Ernestina, que na verdade é Matilde, está lhe seguindo o tempo todo. Inocêncio, Mili e Duda chegam ao bar. Os dois aproveitam para comer. Eduarda reclama para Shirley sobre a presença de seu ex, Oscar. É noticiado na TV que dois jovens estavam envolvidos num grande assalto de uma casa. É divulgado um retrato falado das crianças que foram vistas entrando no caminhão. Trata-se do retrato falado de Duda e Mili, que na verdade entraram apenas por acidente no caminhão. Todos no bar olham de maneira estranha para os dois após a reportagem. Inocêncio não deixa que chamem a polícia e diz que os dois estavam com ele no dia do assalto. O homem se apresenta no bar com o auxílio de Duda e Mili que tocam instrumentos. Cintia ameaça novamente Pata e diz que ela não deve contar nada para ninguém. Maria que estava escondida debaixo de um banco escuta tudo. Os dois bandidos entram no bar e avistam Mili e Duda no palco. Mili fica desesperada e junto com Duda foge. Mosca e os meninos decidem falar com Paçoca para saber se ele sabe algo sobre Duda e Mili. Paçoca diz que não sabe nada. Inocêncio ajuda mais uma vez Mili e Duda, dessa vez a fugir dos bandidos. Shirley conversa com Oscar (Beto Nasci) sobre sua comunidade. Ela diz que na zona norte possui ótimas festas de samba e que ele está convidado. Eduarda, também convidada, diz que não irá de maneira alguma. Shirley convence Eduarda a ir. Carol diz para Chico que acha que Pata sabe o motivo que levou Mili a fugir, mas que ela talvez não diga por medo de algo. Pata sofre sozinha pelo orfanato com toda a pressão e ameaças feitas por Cintia. Maria entrega um desenho pra Pata em que demonstra saber pelo que ela está passando em relação às maldades de Cintia. Eduarda e seu ex-marido chegam ao samba com Shirley Santana. Eduarda estranha o volume do som e o fato de ninguém estar arrumada como ela. Inocêncio (Luiz Carlos Bahia) leva Mili e Duda para um pequeno hotel e enquanto toma banho tranca os dois na sala para que não fujam. Mili e Duda ficam assustados e pensam numa maneira de conseguir sair do lugar. Mais tarde, Inocêncio está dormindo e Mili tenta pegar a chave no bolso dele, porém o homem acorda e segura o braço dela. Oscar e Eduarda conversam. Eduarda se sente mais à vontade e cai no samba. Inocêncio diz que Duda e Mili não são agradecidos, pois ele salvou os dois dos criminosos.

Inocêncio ajuda Mili e Duda a fugirem dos bandidos

Mili e Duda descobrem que estão numa cidade do interior longe da capital de São Paulo. Os dois pedem carona no meio da estrada e um homem chamado Inocêncio da Sanfona (Luiz Carlos Bahia) diz que irá dar carona para eles e que assim eles podem aproveitar para ver um de seus shows. Pata pergunta se Ernestina, que na verdade é Matilde, está lhe seguindo o tempo todo. Inocêncio, Mili e Duda chegam ao bar. Os dois aproveitam para comer. Eduarda reclama para Shirley sobre a presença de seu ex, Oscar. É noticiado na TV que dois jovens estavam envolvidos num grande assalto de uma casa. É divulgado um retrato falado das crianças que foram vistas entrando no caminhão. Trata-se do retrato falado de Duda e Mili, que na verdade entraram apenas por acidente no caminhão. Todos no bar olham de maneira estranha para os dois após a reportagem. Inocêncio não deixa que chamem a polícia e diz que os dois estavam com ele no dia do assalto. O homem se apresenta no bar com o auxílio de Duda e Mili que tocam instrumentos. Cintia ameaça novamente Pata e diz que ela não deve contar nada para ninguém. Maria que estava escondida debaixo de um banco escuta tudo. Os dois bandidos entram no bar e avistam Mili e Duda no palco. Mili fica desesperada e junto com Duda foge. Mosca e os meninos decidem falar com Paçoca para saber se ele sabe algo sobre Duda e Mili. Paçoca diz que não sabe nada. Inocêncio ajuda mais uma vez Mili e Duda, dessa vez a fugir dos bandidos. Shirley conversa com Oscar (Beto Nasci) sobre sua comunidade. Ela diz que na zona norte possui ótimas festas de samba e que ele está convidado. Eduarda, também convidada, diz que não irá de maneira alguma. Shirley convence Eduarda a ir. Carol diz para Chico que acha que Pata sabe o motivo que levou Mili a fugir, mas que ela talvez não diga por medo de algo. Pata sofre sozinha pelo orfanato com toda a pressão e ameaças feitas por Cintia. Maria entrega um desenho pra Pata em que demonstra saber pelo que ela está passando em relação às maldades de Cintia. Eduarda e seu ex-marido chegam ao samba com Shirley Santana. Eduarda estranha o volume do som e o fato de ninguém estar arrumada como ela. Inocêncio (Luiz Carlos Bahia) leva Mili e Duda para um pequeno hotel e enquanto toma banho tranca os dois na sala para que não fujam. Mili e Duda ficam assustados e pensam numa maneira de conseguir sair do lugar. Mais tarde, Inocêncio está dormindo e Mili tenta pegar a chave no bolso dele, porém o homem acorda e segura o braço dela. Oscar e Eduarda conversam. Eduarda se sente mais à vontade e cai no samba. Inocêncio diz que Duda e Mili não são agradecidos, pois ele salvou os dois dos criminosos.