PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Com covid, Mayra Cardi explica ida à praia e opina sobre Nego do Borel

Mayra Cardi explicou viagem para Ilhabela durante isolamento e se pronunciou sobre polêmica com Nego do Borel e Duda Reis - Reprodução/Instagram
Mayra Cardi explicou viagem para Ilhabela durante isolamento e se pronunciou sobre polêmica com Nego do Borel e Duda Reis Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

14/01/2021 08h40Atualizada em 14/01/2021 08h45

Mayra Cardi aproveitou a madrugada de hoje para esclarecer assuntos polêmicos com seus seguidores do Instagram.

A empresária, que está com covid-19, explicou porque viajou para uma casa em Ilhabela ainda durante o isolamento obrigatório e deu sua opinião sobre a polêmica envolvendo Nego do Borel, acusado de uma série de abusos pela ex-noiva Duda Reis, justificando sua "demora" para se pronunciar.

"Gente, eu quero falar sobre duas coisas muito sérias. Muito, muito importantes, e que não cabe interpretação, por isso que eu quero deixar bem claro. Vou começar pela mais leve e depois pela, na minha opinião, mais séria", começou Mayra em seus stories na rede social.

"A mais leve é sobre eu estar na Ilhabela. Óbvio que eu estou dentro de casa, e que eu não sairei. Primeiro, que eu não posso levantar ainda da cama, não posso ficar saltitante, e ainda que eu pudesse, que eu estivesse liberada para transitar entre as pessoas, eu não faria. Obviamente que eu não vou sair de casa, porque eu não posso, não posso nem por mim nem pelas outras pessoas", afirmou ela.

A explicação da empresária e ex-BBB aconteceu depois de comentários negativos em seu último post no Instagram, em que surgiu posando de maiô com o mar ao fundo, contando que decidiu passar sua última semana de isolamento em Ilhabela, ainda que não tenha se curado da covid-19.

Mayra reforçou no pronunciamento de hoje que viajou para a cidade com o objetivo de ficar mais próxima da natureza, destacando que está sozinha na casa. Nos últimos dias, ela estava acompanhada do ex-marido Arthur Aguiar, que se ofereceu para fazer o papel de cuidador durante sua recuperação.

"Eu não estou saindo, vim pra casa aqui de Ilhabela onde ficarei até o final da minha recuperação mas, ainda que eu pudesse sair, eu não sairia porque eu não saio na rua, eu não saio de casa pra nada então aqui não seria diferente. A única diferença é que em vez de estar na casa de São Paulo sem ninguém, eu estou aqui na casa de Ilhabela também sem ninguém. Se tem uma coisa que eu tenho bastante é noção do outro e eu jamais faria isso com ninguém, nem comigo mesma que estou em recuperação", concluiu.

Nego do Borel

O segundo ponto esclarecido por Mayra foi seu aparente silêncio sobre as acusações contra Nego do Borel, que já foi cliente de um de seus programas de emagrecimento, em 2017.

Ao comentar a nova polêmica do cantor, acusado por Duda Reis de abusos físicos e emocionais durante o noivado dos dois, encerrado em dezembro, Mayra afirmou que já sabia sobre a situação há meses, mas que não se sentia no direito de falar sobre o assunto.

"Agora uma coisa muito importante que eu queria deixar claro, pra que não haja dúvidas em hipótese alguma é: óbvio que eu sou uma mulher que condena, com todos os pingos nos i's qualquer tipo de abusador, seja ele qual for, quem for e como for, nunca vai ser diferente", afirmou a coach.

"Eu já vim aqui, já vim chorar, brigar pela Pétala, por outras mulheres e não seria diferente com a Duda. E eu já vi gente perguntando porque eu não estou me prontificando sobre o assunto, diretamente: o assunto dela é muito mais complexo, o relacionamento abusivo dela o buraco é muito mais embaixo, e óbvio que eu estou do lado dela, não necessariamente estou falando sobre isso aqui, mas eu estou do lado dela desde o ano passado, quando a gente se falou pela primeira vez", contou Mayra, mencionando o caso de Pétala Barreiros.

Ela ainda afirmou que sabe sobre relacionamentos abusivos de "várias outras mulheres da mídia", mas que cabe apenas a elas saber o momento certo de se pronunciar.

"Eu sei de vários outros relacionamentos abusivos. Sabia da Pétala antes mesmo dela contar, da Duda antes mesmo dela contar, e de várias outras mulheres da mídia que também me procuraram e me contaram, e nem por isso eu posso falar, não é do meu direito falar. A Duda, diferente da Pétala, ela tem voz e ainda bem, porque temos que ter mesmo, e esse é o motivo que eu não vim aqui falar escrachadamente sobre a Duda, porque o holofote ele não pode estar em mim agora, tem que estar nela, e ela tem voz e está sendo ouvida", concluiu.

Famosos