PUBLICIDADE
Topo

TV e Famosos

Irmão de Ben Affleck, Casey, rasga elogios a ex do ator, Ana de Armas

Casey, irmão de Ben Affleck, comenta sobre término do ator com Ana de Armas - Reprodução / Instagram
Casey, irmão de Ben Affleck, comenta sobre término do ator com Ana de Armas Imagem: Reprodução / Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/01/2021 13h47

Casey, irmão de Ben Affleck, lamentou o término do irmão com Ana de Armas. Ao ser questionado sobre o fim do namoro do familiar, o ator comentou que tem sido um período complicado para os relacionamentos.

"Não tenho certeza porque estou solteiro, mas aposto que há muita gente com essa dificuldade, tem sido desafiador para relacionamentos", disse em entrevista ao site Entertainment Tonight.

O famoso não poupou elogios para a atriz cubana: "Acho que a Ana é a pessoa mais doce, engraçada, esperta e charmosa. Ela não vai ter nenhuma dificuldade para conhecer outra pessoa".

Casey ainda comentou sobre a atuação da ex-cunhada e deu um conselho para o irmão e a atriz.

"Eu vi o trabalho dela como Marilyn Monroe nesse filme 'Blondie', que ainda não saiu, e aposto que ela vai ganhar todos os prêmios. Ela vai ter um ótimo ano. Não me preocupo nada em relação a ela. Ela é um bom partido em todos os sentidos. E estarei lá para apoiar o Ben nesse período, mas também não acho que ele terá muitos problemas. O meu conselho para os dois seria, 'sim, pensem a longo prazo, porque a quarentena não é divertida quando você é solteiro", comentou o artista.

O irmão mais novo de Ben encerrou negando que tenha sido ele que jogou no lixo os totens de papel com Armas em tamanho real, fotografados há alguns dias no lixo em frente à casa do familiar: "Não, não fui eu. Muita gente me mandou aquela foto e pensei em fazer uma piada, mas não pensei em nada engraçado e achei que não seria apropriado".

Aos 45 anos, Casey vem retomando aos poucos sua carreira após alguns anos afastado da indústria do cinema. Neste ano, ele será um dos protagonistas da comédia 'Our Friend' e do drama 'The World to Come'.

Em 2017, perto de receber a estatueta do Oscar por seu trabalho em 'Manchester à beira-mar', vieram à público uma série de denúncias e acusações de assédio e abuso contra ele. O ator evita falar publicamente sobre o tema, mas chegou a pedir desculpas por sua "postura amadora" no set de algumas produções.

TV e Famosos