PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Xuxa Meneghel fala sobre a carreira e desabafa: 'Fui usada e roubada'

A apresentadora Xuxa (FOTO: Reprodução) - Reprodução / Internet
A apresentadora Xuxa (FOTO: Reprodução) Imagem: Reprodução / Internet

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/01/2021 11h31

Aos 57 anos, Xuxa Meneghel tem se mostrado cada vez mais dona de si e vem surpreendendo o público com seus posicionamentos. Recentemente, a apresentadora criticou artistas que não se posicionam. Hoje, ela usa sua voz para apoiar as minorias e fala abertamente sobre assuntos polêmicos envolvendo sua carreira.

"Não fico mais quietinha porque isso pode não ser bom para a minha imagem", disse em entrevista à veja.

Xuxa lembrou da época em que não tinha voz ativa e obedecia a ordens, não só de Marlene Mattos, a empresária de quem se afastou, mas por muitas das pessoas à sua volta. "Se eu falasse que não fui manipulada, estaria mentindo. Mas preciso deixar claro que eu permiti. Era cômodo ter alguém organizando tudo da minha vida profissional, pessoal e até afetiva", admite ela.

"Chegou a um ponto em que ela decidia como eu deveria falar, vestir e até namorar. 'Entre ele e o trabalho, tem que escolher o segundo', dizia. E eu obedecia. Nem eu sei como me sujeitei a tudo isso e por tanto tempo", completou.

A apresentadora revelou ainda que levou muitos golpes antes de assumir o controle de sua carreira.

"Olha, eu poderia ser duas ou três vezes mais rica. Fui tudo o que as pessoas imaginam: enganada, usada, manipulada, roubada. Quando falo disso, vem logo a imagem da Marlene, mas não foi só ela. Insisto em dizer que confiei demais em todas as pessoas próximas a mim. Fui passada para trás por coreógrafo, maquiador, fotógrafo. Digo, sem vergonha, que fui inocente, boba, burra mesmo".

Sobre os abusos sexuais sofridos dos 4 aos 13 anos, Xuxa relata alguns traumas: "Tenho mania de limpeza. Chego a tomar sete banhos por dia e associo isso aos abusos. O primeiro caso aconteceu em casa. Estava dormindo e, ao acordar, tinha algo na boca que pensei ser xixi, mas era esperma. Houve outros episódios, como um parente que introduziu os dedos em minha vagina e um professor que se masturbou na minha frente. Na época, o medo e a culpa me impediam de reagir. Só consegui interromper essa série de abusos quando um amigo do meu pai tentou levantar minha blusa. Criei coragem, disse não e nunca mais me sujeitei a isso".

Ela falou ainda sobre sua vida amorosa, que teve nomes famosos como Pelé, Ayrton Senna e até um pedido de casamento inusitado de Michael Jackson. "Se a minha filha tivesse uma relação como aquela, diria que o cara é louco. Quem o conhece bem sabe que tem dupla personalidade. Dizia que as mulheres davam em cima do Pelé e que, por isso, precisava sair com elas. Mas foi minha primeira paixão, dos 17 aos 23 anos", disse. Já sobre Senna ela confessa que foi a pessoa certa no momento errado. "Ele queria alguém que vivesse a vida dele, acompanhando-o nas corridas. Eu queria alguém sempre ao meu lado. Sua morte me mostrou a importância de viver cada vez mais o presente".

Atualmente, Xuxa namora Junno Andrade.

A apresentadora, que deixou a Record em dezembro, falou sobre a relação com a emissora. "Não tinha censura direta, mas me falavam que era de bom grado não usar decotes ou crucifixo, por exemplo. No final, considero o saldo positivo".

Sobre os próximos passos e um possível retorno a TV Globo ela afirma que até o momento não há nada, apenas conversas adiantadas com a Endemol e a Globoplay para a realização de um documentário.

Famosos