PUBLICIDADE
Topo

Karol Conká perde quase 100 mil seguidores após falas preconceituosas

BBB 2021: Série de comentários de Conká durante o final de semana fizeram seus seguidores despencarem - Reprodução/ Globoplay
BBB 2021: Série de comentários de Conká durante o final de semana fizeram seus seguidores despencarem Imagem: Reprodução/ Globoplay

Colaboração para o UOL, em São Paulo

01/02/2021 12h38Atualizada em 01/02/2021 20h06

Além de levar seu nome aos assuntos mais comentados da internet, as atitudes recentes de Karol Conká no "BBB 21" a fizeram sofrer um "tombo" no número de seguidores no Instagram.

Segundo a análise de dados do site Social Blade, o número de fãs da cantora na rede social vem caindo constantemente desde sábado (30), após a reação da sister à confusão armada por Lucas Penteado e sua aparente "perseguição" a outra confinada, Juliette Freire. Em apenas 3 dias, ela já perdeu 86.616 seguidores.

Agora, Conká tem 1,7 milhão de seguidores em seu perfil. Juliette, 1,6.

Xenofobia, vitiligo e preconceito religioso

Entre as acusações feitas contra Conká na primeira semana de confinamento, estão comentários que remetem a xenofobia e preconceito religioso.

A cantora repetiu em diversos momentos falas criticando a origem de Juliette, afirmando que a sister está "queimando a imagem" dos paraibanos e reclamando de sua suposta gritaria, opinando que "na terra dessa pessoa é normal falar assim".

"Eu sou de Curitiba, é uma cidade muito reservadinha...eu tenho muita educação pra falar com as pessoas", completou Conká, recebendo uma chuva de críticas de celebridades nordestinas, que saíram em defesa de Juliette e expuseram o preconceito implícito nas conversas.

Além disso, a postura da cantora em relação a Lucas Penteado também foi considerada exagerada. Apesar do mal estar geral com o brother, as falas de Conká foram vistas como maldosas por parte do público.

Ainda no sábado, ela afirmou que o brother tem "mau hálito de ruindade", disse diretamente ao colega que "se fosse ele, lavava até a bunda da galera" e ainda protagonizou um episódio de preconceito religioso ao dizer que iria "rezar um pai nosso" para ele, insinuando que as ações do ator, praticante da umbanda, seriam resultados de espíritos ruins.

Apesar da aparente demonstração de fé, na manhã de hoje Conká mostrou um lado mais descrente ao questionar o colega sobre onde estava Deus "na hora de sua loucura", depois de ele ter afirmado que a divindade era seu melhor amigo.

E nem mesmo o mundo espiritual escapou dos comentários da cantora. Ontem, em conversa com Fiuk, Lumena, Sarah, Camilla e João, ela argumentou que Michael Jackson sofria de "vitiligo psicológico".

"Não, não existe esse vitiligo. Nunca mais a gente viu nenhuma pessoa ter um vitiligo, uma mancha que pega o corpo inteiro", disparou Conká, recebendo mais críticas no Twitter.