PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Marilyn Manson perde empresário após acusações de abuso, diz site

Marilyn Manson em foto promocional do disco "We Are Chaos" - Divulgação
Marilyn Manson em foto promocional do disco "We Are Chaos" Imagem: Divulgação

Colaboração para o UOL, em São Paulo

05/02/2021 21h25

Após acusações de estupro explodirem na imprensa, o cantor Marilyn Manson perdeu hoje o empresário com quem trabalhava há 25 anos. A informação foi confirmada pela Rolling Stone.

Tony Ciulla gerenciou a carreira Marilyn Manson desde 1996, o mesmo ano em que o artista lançou o grande sucesso "Antichrist Superstar". De acordo com a publicação, o empresário defendeu o cantor durante os anos de diferentes controvérsias - incluindo as críticas que seguiram o músico após o tiroteio em Columbine.

Apesar da decisão, Ciulla optou por não se manifestar sobre o assunto para a imprensa internacional.

O empresário se soma a outros agentes que também optaram por deixar de trabalhar com o músico. Nesta semana, a agência de talentos CAA, uma das maiores de Hollywood, também divulgou a decisão de se afastar oficialmente de Manson.

O mesmo aconteceu com a gravadora do artista, que anunciou o desligamento de Manson do quadro de clientes e cancelou a promoção do seu novo disco, "We Are Chaos".

A polêmica iniciou após Evan Rachel Wood publicar nas redes sociais abusos sofridos pelo cantor Marilyn Manson, com quem namorou entre 2006 e 2010 e chegou a ficar noiva. A atriz já se pronunciou diversas vezes sobre ter sobrevivido a um relacionamento violento e abusivo, mas até então nunca havia divulgado o nome do ex-companheiro.

De acordo com o site do jornal britânico The Independent, depois da acusação de Evan Rachel Wood, outras quatro mulheres relataram abusos sofridos por Marilyn Manson.

Famosos