PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Modelo do Onlyfans rebate colégio que expulsou filhos por fotos: 'Não olhe'

Tiffany tem mais de 500 mil seguidores no Instagram e afirma receber mais de R$ 800 mil por mês com a venda de fotos - Reprodução/Instagram/@the.real.mrs.poindexter
Tiffany tem mais de 500 mil seguidores no Instagram e afirma receber mais de R$ 800 mil por mês com a venda de fotos Imagem: Reprodução/Instagram/@the.real.mrs.poindexter

Do UOL, em São Paulo

25/02/2021 13h37Atualizada em 25/02/2021 13h37

A modelo da rede social erótica Onlyfans Crystal Jackson rebateu o colégio que expulsou seus três filhos após uma campanha de outros pais que descobriram a venda dela de fotos sensuais.

Ela, que adota o nome de Tiffany Pointdexter, disse para veículos norte-americanos que a atitude da escola Paroquial do Sagrado Coração, em Sacramento, na Califórnia, nos Estados Unidos.

"É correto uma mãe ou um grupo de mães intimidar uma outra ou fazer isso com seus filhos porque simplesmente não gosta de algo que a mãe deles está fazendo? Se não gosta, não precisa olhar. A maioria das pessoas sabem o que está acontecendo, mas não se importam", disse ela em vídeo reproduzido pelas emissoras.

De acordo com a CBS, o email da diretora Theresa Sparks dizia que a postura da mãe de 44 anos era "contraditória".

"Sua aparente busca por controvérsias de alto perfil em apoio ao seu site adulto está em conflito direto com o que esperamos transmitir aos nossos alunos. Nós, portanto, exigimos que você encontre outra escola para seus filhos e não tenha mais associação com a nossa", afirma o email da dirigente da escola católica.

A diretora foi contatada pela emissora, mas preferiu não comentar o caso.

Crystal atribuiu a viralização de fotos a um casal de vizinhos, que, segundo ela, imprimiram as fotos.

Comecei a receber mensagens de textos e áudios de pais dizendo quão nojenta eu era, que devia arrumar minhas malas e deixar a cidade. Tem sido muita intimidação e assédio para mim. As pessoas não têm que concordar com o que decidi fazer. Não estou pedindo aprovação ou consentimento deles, mas não me sinto bem com pessoas indo atrás dos meus filhos e tentando que eles sejam expulsos da escola

Ao britânico The Sun, ela contou que as fotos, que já lhe renderam 150 mil dólares — cerca de R$ 820 mil —, foram para apimentar a relação com o marido, Chris Pointdexter.

Segundo ela, desde 2019 ninguém tinha conhecimento.

"Começamos em setembro de 2019 e ninguém sabia disso. Sem amigos, família ou ninguém. Era um segredo sexy entre mim e meu marido que era tão emocionante e divertido", afirmou.

Famosos