PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Escritor de 'Suits' defende Meghan Markle de acusação de bullying: 'Gentil'

Meghan Markle é defendida por escritor de "Suits" - Imagem: Reprodução/Instagram
Meghan Markle é defendida por escritor de 'Suits' Imagem: Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/03/2021 17h46

Meghan Markle viu seu nome envolvido em uma polêmica daquelas após funcionários do Palácio de Buckingham a acusarem de bullying para o jornal britânico Deadline. A reportagem teve tamanha repercussão que, Jon Cowan, um dos escritores de 'Suits', série da Netflix em que Meghan foi uma das protagonistas, saiu em defesa da ex-atriz.

Um internauta respondeu uma postagem no Twitter (já excluída) pelo portal E! sobre o caso. O homem em questão afirmou que todos que habitam no palácio tendem a ser 'pessoas horríveis'. Foi aí que Cowan entrou em cena e tomou as dores da esposa do príncipe Harry:

"Você sabe, está totalmente dentro do reino da possibilidade de que AMBOS os habitantes do Palácio de Buckingham / Kensington e a Duquesa de Sussex sejam pessoas horríveis. Nós vivemos em um mundo não mais limitado por oposições simplesmente binárias", dizia o usuário.

Jon, então, respondeu:

"Também é possível que a duquesa de Sussex seja uma boa pessoa lançada em um mundo inimaginável. Tendo passado três anos trabalhando com ela em seus dias pré-duquesa, eu vi uma pessoa calorosa, gentil e atenciosa. Não sei nada sobre sua situação atual, mas ela obtém o benefício da dúvida em meu livro", afirmou.

Nesta semana, os advogados da duquesa de Sussex disseram que ela está totalmente abalada com a acusação de Jason Knauf, que atuou até 2018 como secretário de comunicação do palácio de Kensington, onde Meghan viveu com o príncipe Harry antes de se mudarem para os EUA. A defesa da famosa ainda negou que qualquer ato do tipo possa ter saído de sua pessoa.

De acordo com o Deadline, os representantes de Markle chamaram a reportagem de "campanha mentirosa coordenada para manchar a imagem da Duquesa":

A Duquesa está entristecida com este novo ataque ao seu caráter, particularmente como alguém que também já foi alvo de bullying e está profundamente comprometida com a missão de apoiar aqueles que já passaram por dores e traumas semelhantes. Ela está determinada a continuar o seu trabalho construindo compaixão ao redor do mundo, e tentando ser um bom exemplo de como fazer o que é certo", disse a defesa de Meghan.

O The Times of London recuperou e divulgou o e-mail enviado por Knauf para alguns colegas de trabalho em 2018, acusando Meghan de "comportamentos inaceitáveis" com os outros funcionários do palácio. Jason também afirmou que dois assistentes de comunicação tinham se demitido por conta das atitudes da duquesa. Leia:

"A Duquesa sempre tem alguém como seu alvo principal. Ela está fazendo bullying com [os nomes foram omitidos pelo jornal], e buscando formas de destruir a autoconfiança dela. Recebemos denúncias e mais denúncias de pessoas que testemunharam comportamentos inaceitáveis da Duquesa em interações com [nome omitido]."

O palácio de Buckingham se manifestou e emitiu uma nota dizendo que "vai examinar as circunstâncias das acusações descritas no artigo" do Times of London, feitas pelo ex-secretário do local contra duquesa. A instituição também convidará os funcionários envolvidos para se pronunciarem oficialmente sobre as suposições.

"A família real tem uma política de dignidade no trabalho há anos. Não toleramos, e não vamos tolerar, bullying e assédio no ambiente de trabalho", diz o comunicado.

Famosos