PUBLICIDADE
Topo

Luiza Brunet diz que já abandonou trabalhos por recusar teste do sofá

Luiza Brunet se diz contente com a vida sexual aos 59 anos - Reprodução/Instagram
Luiza Brunet se diz contente com a vida sexual aos 59 anos Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em Santos

07/03/2021 10h19

A ex-modelo Luiza Brunet afirmou que já abandonou trabalhos por se recusar a fazer sexo com seus empregadores. Ela disse ainda que hoje, aos 59 anos, a qualidade do sexo é "muito boa".

"Era naturalizado os contratantes quererem fazer o teste do sofá. Na minha época, a gente tinha que se safar da maneira que achava correta", disse, em entrevista ao GShow.

"Muitas vezes, abandonei o trabalho no meio, porque não admitia que eu tivesse que fazer teste do sofá ou qualquer coisa do gênero. É importante ter a sabedoria de se colocar como profissional, não como instrumento", afirmou.

Ela disse ainda que se considera uma pessoa muito "sexualizada" e que a qualidade do sexo, hoje, continua sendo "muito boa".

"Sexo, independentemente da idade, se você tiver uma vida saudável, cuidar do corpo, da mente, se exercitar, ter uma vida regrada, vai ter uma qualidade muito boa, seja jovem, madura ou na terceira idade. Sou exemplo disso. Não vejo nenhum pré-requisito para que a gente possa ser feliz e ter muitos orgasmos na vida madura", diz.

Luiza diz que procura dar apoio às mulheres que sofrem violência doméstica. Seu ex-marido, Lírio Parisotto, foi condenado no ano passado por agredi-la física e verbalmente. A ex-modelo é, atualmente, embaixadora do projeto Salve uma Mulher.

"A partir do meu discurso, estimulo a fazerem denúncias sobre os companheiros agressores, mesmo dentro do trabalho, com assédio moral e físico", disse.