PUBLICIDADE
Topo

Ana Paula Renault critica Fiuk, do 'BBB 21': 'Desejo de ser oprimido'

Ana Paula Renault critica Fiuk - Reprodução/Instagram
Ana Paula Renault critica Fiuk Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

20/04/2021 09h33

Ana Paula Renault, ex-participante do "BBB 16", usou seu Twitter oficial para criticar Fiuk, do "BBB 21" (TV Globo). A apresentadora do "Fofocalizando" (SBT), decidiu analisar o brother durante o jogo da discórdia da noite de ontem.

Para a jornalista, o cantor gosta de ser oprimido:

"Fiuk e o eterno desejo de ser oprimido. O homem não consegue se enxergar como privilegiado e ser grato por tal. Ele tem que ser o 'sofrido'. Não suporto. E ainda tem a personalidade passivo agressiva. Péssimo", iniciou Ana Paula.

Após receber inúmeros ataques por conta de sua fala, Renault se explicou:

"Para os fanáticos de plantão: uma coisa é ter depressão, uma doença que pode afetar qualquer ser humano, de qualquer idade, raça, condição social. Outra é ser chato, entrar em um reality show para ser julgado e tentar dissimular e imprimir uma personalidade com aulas de coach".

A equipe de Fiuk se pronunciou sobre as críticas da ex-sister:

"Para os psicofóbicos de plantão: ser uma influenciadora e fazer comentários desses tipos é irresponsabilidade. Diminuir e menosprezar uma doença que ainda causa tantos estigmas em nossa sociedade é uma total falta de empatia com o Fiuk e todos que sofrem de depressão".

A assessoria de Fiuk ainda havia feito posts no Twitter do artista falar sobre o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), no qual o ator é portador:

"Pedimos gentilmente que se eduquem antes de espalhar desinformações em suas redes sociais. Além disso, lá no Instagram do Fiuk temos uma live de 1 hora explicando o que é o TDAH e os estigmas desse transtorno! Os neurodivergentes merecem respeito e empatia! Infelizmente, a internet está doente e temos que nos defender de comentários psicofóbicos e capacitistas desse tipo diariamente. Os traumas da infância do Fiuk que foram causam gatilhos nele até hoje - além de terem acarretado transtornos mentais".